Liberdade e Igualdade

Art. 18 Liberdade de pensamento e Art 5º inciso 1

Situações que violam os direitos humanos

Segundo a declaração dos Direitos Humanos, todos têm a liberdade de pensamento, consciência e religião. Este direito inclui a liberdade de mudar sua religião ou crença e a liberdade de manifesta-las no ensino, na pratica, no culto e no cumprimento. Quer seja só ou em comunidade com os outros e em publico ou privado.

Algumas atitudes violam a liberdade de pensamento

dentre elas estão: opressão contra manifestações pacificas, ideais contrários aos seus, preconceito com a religião do outro e poder manifestar seu pensamento de forma livre contanto que não viole os outros direitos da constituição.

O nosso grupo tem o dever de propagar os Direitos Humanos e faze-los serem cumpridos, não ficando calados contra as injustiças e insatisfações diante de nos.

Se a Declaração dos Direitos Humanos fosse amplamente cumprida haveria uma sociedade com menos injustiça, com mais respeito, mais segurança, mais harmonia entre povos, mais dialogo entre países, fazendo com que o Bem-Comum prevaleça sobre as nações. Nosso grupo entende que '' fazer valer a pena '' dessa declaração faz com que tudo que esta trás como benéfico aconteça, deixando de ser apenas algo que poderia ser feito e tornando-se algo alcançado.


O grupo com o objetivo de tornar a campanha realizada mais acessível, realizou um mapa mental em inglês no site a seguir : http://popplet.com/app/#/1047290 e outro em português relacionando os direitos humanos com o artigo 5º: http://popplet.com/app/#/1097007



Homens e mulheres são iguais em direitos e obrigações nos termos dessa constituição

Justificativa:
Desde o princípio de socialização humana, homens e mulheres enfrentam conflitos de integração na vida econômica, social e política. Ao comparar a rotina feminina atual à que as mulheres já viveram, percebemos nitidamente a evolução do sexo frágil. Antes as mulheres não eram consideradas nem mesmo cidadãs e aos poucos lutando e persistindo perante suas conquistas foram obtendo gradualmente seus direitos, como ao trabalho, a segurança e leis ao seu favor. Quem antes realizava apenas trabalho doméstico agora pode achar até mesmo à presidência.

Percebe-se diante desses fatos a importância de ressaltar acontecimentos em que a mulher sofre ainda hoje injustiças. O motivo de escolha desse tema foi reverter essa situação, propondo essa campanha com o objetivo de conscientizar os demais da importância de tratar com igualdade as mulheres e homens.
Objetivo geral:
Conscientizar a população da importância de tratar com igualdade homens e mulheres.
Objetivo específico:
Refletir sobre a importância da integração da mulher na sociedade;
Incentivas ações que promovam igualdade no mercado de trabalho;
Propor ao público que conhecemos igualdade completa entre homens e mulheres;
Propagar nossa mensagem e objetivo com os demais.
Estratégia:
Temos como estratégia de sucesso em nossa campanha a sua divulgação em jornais da cidade e cursos e debates sobre o tema em nosso meio social. A divulgação pela parte de entrega de panfletos também é importante para nós


Integrantes do grupo:


-Bruna Lyra (3)

-Natasha Tonetti (22)

-Pablo Sainz (24)

-Paula Justa (25)

-Vinicius Mello (33)

- Luana Mcaniff (38)

- Virgina Catão (46)

-Eduardo Assunção (47)


SEGUE ABAIXO O LOGOTIPO DE NOSSA CAMPANHA

Big image
Big image
CITE -- Comissão para a Igualdade no Trabalho e no Emprego
A Lei Maria da Penha em Cordel (versão animada do DVD Mulher de Lei)