As Superbactérias

Quem são essas vilãs fantasiadas de heroínas?

Como surgiram?

As bactérias KPC (Klebsiella Pneumoniae Carbapenemase), ou superbactérias, foram identificadas pela primeira vez nos Estados Unidos, no ano de 2000. São essas, microorganismos que sofreram mutação genética e se tornaram resistentes à muitos antibióticos. O surgimento dessas superbactérias pode ser explicado pelo uso indevido de antibióticos, seja por falta de prescrição feita por um médico, ou pela interrupção do tratamento utilizando o medicamento, onde as bactérias não são eliminadas e criam resistência ao mesmo (antibiótico).


Aonde sÃo encontradas? Como infectam o ser humano?

Esses microorganismos podem ser encontrados na água, nas fezes, no solo, entre outros lugares, mas a transmissão ocorre na maioria das vezes no ambiente hospitalar, por meio de contato com secreções do paciente infectado, por isso é muito reforçado nos hospitais que a higienizção e desinfecção sejam seguidas rigorosamente. Pelo fato dos pacientes que passam por hospitais estarem “enfraquecidos”, por estarem doentes ou por terem feito algum procedimento cirúrgico, é mais fácil que sejam contaminados, pelo fato de muitas vezes a imunidade da pessoa estar baixa.


Como tratar?

O tratamento dessas superbactérias, são feitas com antibióticos fortes e específicos, mas são poucos que se mostram efetivos para o tratamento dessas infeccções, e muitas vezes ainda podem causar efeitos colaterais indesejados.


Como previnir?

É necessário sempre ter muito cuidado com a higienização diária , por isso é de extrema importância sempre lavar as mãos, especialmente antes de depois de algum contato com pessoas doentes. Como mencionado anteriormente, somente tomar antibióticos que foram prescritos por um um médico, e de forma alguma interromper a medicação. Os tratamentos para essas bactérias podem ser considerados pouco efetivos, por isso é muito importante tomar as medidas de prevenção.


Integrantes:

Ana Beatriz Evaristo Faria (02)


Manuela Reinert Gonzalez (28)

Turma: 3ºH