Lixo

Como jogar fora, se o fora não existe?

O que é ?

Lixo é tudo aquilo que já não tem utilidade e é jogado fora. É qualquer material sólido originado em trabalhos domésticos e industriais, e que é eliminado.

Muitos dos resíduos que vão para o lixo podem ser reutilizados através de um processo denominado reciclagem. No processo de reciclagem, o lixo orgânico e inorgânico é reaproveitado, contribuindo para a redução da poluição do meio ambiente.

Lixo e seus Problemas


Hoje o homem se viu na necessidade de fazer reciclagem, pois na atual situação os problemas gerados pelo lixo são muitos, como:

  1. Se o lixo é constantemente jogado em rios ou córregos, vão se acumulando a ponto de não permitir o fluxo da água para locais onde o rio é canalizado. Isto resulta nas enchentes;
  2. O lixo exposto ao ar, atrai inúmeros animais, pequenos ou grandes. Os primeiros a aparecer são as bactérias e os fungos, fazendo seu fantástico papel na natureza. Estes animais são veiculadores (vetores) de muitas doenças, podendo citar-se a febre tifóide, a cólera, diversas diarréias, disenteria, tracoma, peste bubônica;
  3. Quando o lixo se acumula e permanece por algum tempo em determinado local (solo), começa a ser decomposto por bactérias anaeróbicas, resultando na produção de chorume, contaminando o solo e impedindo o crescimento das plantas, ou fazendo com que estas substâncias se acumulem na cadeia alimentar;
  4. Quando chove, o solo se torna mais permeável e os líquidos que saem do lixo podem chegar até os lençóis freáticos e águas subterrâneas, poluindo águas de rios que servem de habitat para inúmeras espécies e fonte de água para muitas outras, inclusive o homem.
  5. Mesmo que os resíduos sólidos não sejam queimados, o material orgânico em decomposição gera, além do chorume, gás metano (CH4) e outros gases (como o gás sulfídrico), que causam algumas doenças respiratórias;
  6. É muito comum o lixo ser queimado para diminuir o volume, evitando uma aparência desagradável e a proliferação dos vetores. A queima de qualquer material libera CO2 (gás carbônico) na atmosfera, gás tóxico em grandes quantidades (o que já acontece devido à emissão por fábricas e carros.

Tipos de Lixo

O lixo é tudo aquilo que reputamos como desnecessário e descartamos em algum lugar. Há lixos de todos os tipos e sendo produzidos e descartados de várias maneiras. Uma das formas mais comuns de classificar o lixo é separá-lo quanto as suas propriedades. Vejamos agora os tipos mais comuns de lixo dexistententes:



  1. Lixo Doméstico: também chamado de lixo domiciliar ou residencial, é produzido pelas pessoas em suas residências. Constituído principalmente de restos de alimentos, embalagens plásticas, papeis em geral, plásticos, entre outros.
  2. Lixo Comercial: Gerado pelo setor terciário (comércio em geral). É composto especialmente por papéis, papelões e plásticos.
  3. Lixo Industrial: Original das atividades do setor secundário (indústrias), pode conter restos de alimentos, madeiras , tecidos, couros, metais, produtos químicos e outros.
  4. Lixo das Áreas de Saúde: Também chamado de lixo hospitalar. Proveniente de hospitais, farmácias, postos de saúde e casas veterinárias. Composto por seringas, vidros de remédios, algodão, gaze, órgãos humanos, etc. Este tipo de lixo é muito perigoso e deve ter um tratamento diferenciado, desde a coleta até a sua deposição final.
  5. Limpeza Pública: Composto por em geral, galhos de árvores, papéis, plásticos, entulhos de construção, terras, animais mortos, madeiras e móveis danificados.
  6. Lixo Nuclear: Decorrentes de atividades que envolvem produtos radioativos, entre outros.

Destinos do Lixo

No Brasil são produzidas, diariamente, cerca de 250 mil toneladas de lixo. Mas pra onde vai todo esse lixo? A seguir vamos ver os diversos lugares onde é depositado os resíduos sólidos.
  1. Aterros Sanitários: e uma solução pratica e barata. Porem demandam um grande area de terra.
  2. Lixões: forma inadequada por não ter proteções a saúde e ao meio ambiente.
  3. Incineradores: quando tem a queima do lixo, que é altamente poluente.
  4. Compostagem: é a transformação dos restos orgânicos do lixo em composto orgânico.
  5. Reciclagem: nossos lixos diários podem ser reaproveitados.
Trabalho de Biologia/Química - Lixo