Vanguardas e Semana de Arte Moderna

Artes Visuais

Cubismo

Este movimento artístico tem seu surgimento no século XX e é considerado o mais influente deste período. Com suas formas geométricas representadas, na maioria das vezes, por cubos e cilindros, a arte cubista rompeu com os padrões estéticos que primavam pela perfeição das formas na busca da imagem realista da natureza.


As principais características desse movimento é a representação da natureza por formas geométricas que representam as partes de um objeto no mesmo plano, o descompromisso com a aparência real das coisas visando promover a decomposição, a fragmentação e a geometrização das formas.


Este movimento foi dividido em três fases:

- Cubismo cézanniano ocorreu durante os anos de 1907 a 1909 e é a fase que dá início ao Cubismo. Período marcado pela forte presença das obras de Paul Cézanne.

- Cubismo Analítico ocorreu entre os anos de 1910 e 1912.Esta fase é marcada pela união dos trabalhos criados separadamente por Picasso e Braque.

- Cubismo Sintético ocorreu entre os anos de 1913 e 1914 e é marcada pelo uso de formas decorativas e cores marcantes.

Big image
Obra: As Senhoritas de Avignon

Autor: Pablo Picasso

Ano: 1907

Característica principais das obras:A decomposição, a fragmentação e a geometrização das formas, a visualização de varias perspectivavas de algo ao mesmo tempo.

Big image
Obra: Guernica

Autor: Pablo Picasso

Ano: 1937

Nesta obra está bastante perceptível as características cubistas de apresentar as figuras de forma desarmoniosa e subjetivas juntamente com decomposição das figuras e formas em diversas partes geométricas.

Big image
Obra: Mulher na Guitarra

Autor: George Braque

Ano: 1913

A obra possui as cores marcantes com sendo verde suave, cinza, ocre e marrom. Além de múltiplos pontos de vista de um objeto fragmentado.

Música

Impressionismo

1-Claude Debussy, Prelúdio à Tarde de um Fauno.
Claude Debussy, Prélude à l'Après-midi d'un faune

Prélude à l'après-midi d'un Faune (Prelúdio à Tarde de um Fauno) é um poema Sinfônico composto por Claude Debussy, músico clássico francês, entre 1892 e 1894, baseado em um poema de Stéphane Mallarmé. Sua estréia se deu em Paris naSociété Nationale de Musique , no dia 22 de dezembro de 1894 sob a direção de Gustave Doret. Alguns críticos consideram sua apresentação como marco inicial da música moderna. É uma obra considerada um dos expoentes da música impressionista.

A orquestra é formada por: três flautas, dois oboés, um corne-inglês, dois clarinetes, dois fagotes, quatro cornetas de pistão, duas harpas, e instrumentos de cordas(violinos, violas, violoncelos, contrabaixos).

Segundo o autor "…São na verdade sucessivos cenários por onde se movem os desejos e os sonhos do fauno no calor da tarde". Debussy denominou a esta peça de "Prelúdio" porque tencionava escrever uma suíte (prelúdio, interlúdio e parafrase final). Porém, nunca o fez, ficando só a primeira parte.
2-Claude Debussy, Os Noturnos (1893-1899)
Debussy: Nocturne (1892)
Os Noturnos (1893-1899), O mar e Imagens para orquestra (1909) pareciam confirmar a imagem do músico vago, cujas melodias não tinham contornos definidos e cuja construção harmônica parecia desarticulada. Mas a poesia estava na música, na liberdade melódica, na pesquisa dos timbres, numa nova construção harmônica. O efeito disso era uma nova e estranha sonoridade.

Ele é marcado por três flautas, dois oboés, dois clarinetes , três fagotes, quatro chifres , três trompetes, três trombones, tuba, tímpanos, pratos, tarola , duas harpas, coro feminino sem palavras, e cordas.

3-Ravel, Pavane pour une infante défunte (1899)
Ravel - Pavane pour une infante défunte - Barenboim
A peça foi escrita em 1899 para piano composta, durante os estudos do compositor no Conservatório de Paris quando tinha apenas 24 anos em 1899 e orquestrada em 1910. É baseada em uma idéia apresentada por seu professor Gabriel Fauré em 1887, tendo como inspiração um quadro do pintor espanhol Velásquez. Foi dedicada à princesa Edmond de Polignac, Winnaretta Singer, filha do milionário criador das máquinas de costura e em cujo salão Ravel costumava tocar. A peça tem uma duração de aproximadamente seis minutos.

Instrumentaçao:flautas,oboé,clarinetes,fagotes,trompas,harpa,piano,cordas(violino,viola,cello e contrabaixo)

Artes Cênicas

Expressionismo
Big image

O texto

O texto da peça ´´ O despertar da primavera`` foi escrito entre 1890 e 1891 pelo escritor Benjamin Franklin Wedekind. Sua peça só foi apresentada em 20 de novembro de 1906. O texto tende a atinir o público de forma direta, com a intenção de surpreende-los. Podemos perceber traços do Expressionismo no texto, atraves da linguagem com símbolos e metáforas, frases curtas e expressões vagas.

O Cenário

Big image
O cenário reflete bem a caracteristica do expressionismo, a nostalgia do claro-escuro é mantida durante toda a apresentação. É formado por objetos simples que com o decorrer da peça ganham sentido. A utilização de escadas e corredores também são notadas na apresentaçãopara dar uma ideia de ambiente mais ´´sombrio``. Os espaços vagos também são necessários para dar movimento as cenas. Em modo geral, o cenário da peça tende a oferecer vários espaços cênicos em um único espaço, do modo com que tudo ocorra em lugares diferentes sem a troca de cenário.

Literatura- Texto

A Semana da Arte Moderna representou a literatura brasileira, tanto na linguagem, na forma, na criação de um novo pensamento.Essa manifestação artística rompeu com o clássico, começando pelos poemas, que antes possuiam métrica perfeita, e agora são escritos em versos livres.

Os artistas que marcaram o momento foram Anita Malfatti, Heitor Villa-Lobos, Victor Brecheret, e principalmente, Oswald de Andrade e Mário de Andrade, que realizam uma atualização cultural.

A contribuição de Oswald de Andrade, com o manifesto Pau-Brasil trouxe o contexto de antropofagia, importante conceito para a primeira fase do modernismo.A antropofagia tem como base o espírito nacionalista, pois se inspira nas vanguardas européias, para criar uma literatura de fato brasileira.

Oswald de Andrade foi contra a erudição, a linguagem parnasiana, para se aproximar da cultura e do saber popular, reforçando uma estética influenciada na oralidade.

O manifesto Pau-Brasil, publicado no "Correio da Manhã", colocou em evidência o posicionamento político dos intelectuais da época, pois queriam a liberdade, o desenvolvimento do país, denúncia em relação a condição miserável do brasileiro.O combate do descompasso entre as camadas industriais e as sociais.

Essa reflexão deu continuidade nas próximas fases do modernismo, gerou frutos e amadureceu nos anos 30 e 40 da literatura brasileira.

As meninas da gare

Eram três ou quatro moças bem moças e bem gentis
Com cabelos mui pretos pelas espáduas
E suas vergonhas tão altas e tão saradinhas
Que de nós as muito bem olharmos
Não tínhamos nenhuma vergonha

Oswald de Andrade

Caracteristicas do poema

O poema, As meninas de gare, é uma representação sátira de Oswald de Andrade da carta de Pero Vaz Caminha. Nesta carta Pero falava que as índias eram tão inocentes que mesmo eles olhando para o corpo nu delas elas não sentiam vergonha por não perceber a malicia, mas Oswald fala que elas eram da gare, que em francês significa estação de estrada de ferro, ou seja, prostitutas e justamente por serem prostitutas que elas não tinha vergonha. Isto mostra seu estilo critico. E também podemos notar no poema a liberdade formal, representada pelo emprego do verso livre, pelas formas de composição totalmente irregulares, muitas vezes destituídas de pontuação.