Projeto Peças de Valor

A sociedade é feita por partes

CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL DE 1988

Art. 5º Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza, garantindo-se aos brasileiros e aos estrangeiros residentes no País a inviolabilidade do direito à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança e à propriedade, nos termos seguintes:

XIII - é livre o exercício de qualquer trabalho, ofício ou profissão, atendidas as qualificações profissionais que a lei estabelecer;

Léxico dos Direitos Humanos

Relação entre artigos da Declaração Universal dos Direitos Humanos e suas palavras-chaves e imagens.

Tabela de associação: Direitos Humanos x Artigo 5º

Incisos da Constituição Federal que estão relacionados com Artigos da Declaração dos Diretos Humanos.

Violação dos Direitos Humanos

Em 10 de dezembro de 1948 foi proclamada pela ONU, a Declaração Universal dos Direitos Humanos, com o objetivo de que todas as nações, independentemente de culturas, etnias e suas diferenças, mantivessem um padrão universal de direitos e valores, gerando a paz.
De acordo com o artigo 5, “ninguém deverá ser submetido à tortura ou a tratamento ou castigo cruel, desumano ou degradante”. A tortura pode ser definida com a provocação de dor tanto física como mental e emocional. Essa pratica pode ter causas diversas, como motivos políticos, bastante conhecidos, motivos emocionais e sociais e, ás vezes, até mesmo, por prazer ao torturador.
Atualmente, por exemplo, o Comitê Estadual de Prevenção e Combate à Tortura do Ceará recebe diversas denúncias de casos de tortura diariamente, cometidos em residências, presídios e hospitais. Autoridades dessas instituições geralmente são os responsáveis dessas ações, fato que deveria chocar ainda mais.
As soluções já foram propostas por meio da Declaração, da Constituição e outros documentos. O dever agora é a conscientização dessas ações. Mostrar a população que as torturas não acabaram junto com a Grande Guerra e a ditatura militar, mas ainda estão presentes entre nós e, ás vezes, mais perto do que pensamos. Isso faria uma grande diferença, não só na vida de vítimas, mas nas nossas também, por vivermos num local mais limpo, seguro e justo.
Essa geração já mostrou ao mundo que podem usar sua realidade, com as redes sociais, para fazer a mudança que querem acontecer. Devem começar por esse meio, pois o mais necessário é conhecimento e essa é uma forma simples de espalhar ideias pelo mundo. Basta que as pessoas se movam.
É importante que essas campanhas sugam efeito, afinal nem todos desfrutam desses direitos que nos são garantidos e é fundamental que cada pessoa, independentemente de cultura, religião e etnia, saibam o que realmente é viver livre e de forma pacífica consigo mesmo.

Campanha pela valorização das profissões

JUSTIFICATIVA

Hoje em dia muitas e diversificadas profissões estão surgindo, jeitos de “ganhar a vida” que há alguns anos atrás nem se imaginava que existiriam, entretanto apesar dessas mudanças ainda existe uma grande desvalorização de certas profissões que na maioria das vezes são vitais ao pleno funcionamento e crescimento de uma sociedade. Cada uma das atividades realizadas pelas pessoas tem sua importância para a manutenção econômica, política e social numa comunidade. Seja um pequeno comerciante, seja um grande empresário ou um operário.

O artigo 5º, inciso XIII da Constituição Federal diz: “é livre o exercício de qualquer trabalho, ofício ou profissão, atendidas as qualificações profissionais que a lei estabelecer”. Apesar dos direitos garantidos, grande parte da população não enxerga dessa forma e muitas profissões e ofícios não são considerados dignos pelo tipo de trabalho, pelas pessoas que executam, pelo salário pago, pelo local e outros. Julgam e não respeitam os profissionais como por exemplo o desrespeito que existe hoje aos professores, aos empregados domésticos, de serviços de limpeza, operários em geral, entre outros. Não consideram os reais motivos que levaram alguém a exercer tal trabalho: por amor, falta de oportunidade de estudo e às vezes por questão de sobrevivência. É dever do cidadão consciente dar o valor justo à todo trabalhador. Por isso julgamos de grande importância chamar a atenção da sociedade para essa questão.


OBJETIVO GERAL

Promover o debate na sociedade sobre a importância de diversas profissões e serviços hoje desvalorizados, para o pleno funcionamento do Estado, com a finalidade de garantir direitos e igualdades constitucionais.

OBJETIVOS ESPECÍFICOS

1. Garantir o respeito a ofícios menosprezados como zeladores, trabalhadoras domésticas, em geral, serviço braçais que requerem grande esforço, além de outros.

2. Incentivar a assinatura da Carteira de Trabalho de trabalhadores que ainda lutam por isso, e merecem a mesma. Uma questão de reconhecimento.

3. Garantir a obrigatoriedade dos empregadores em possibilitar a realização de cursos pelos empregos.

ESTRATÉGIAS

ü Campanha com repercussão primeiramente no meio virtual, por meio de vídeos, pequenos textos e imagens. A geração de hoje, a geração do conhecimento, está presente em suas redes sociais 24 horas por dia e isso facilita o acesso a essa informação.

ü Criar pequenos textos sobre as profissões, direitos e garantias e distribuir nas escolas, nas ruas e para deputados, senadores e outros. Uma forma de possibilitar o respeito a certas áreas de trabalho é mostrar as pessoas os bens que cada profissão nos traz, tanto para quem pratica esse ofício e para quem recebe seus benefícios.
É importante que uma base de respeito seja formada e assim as pessoas se permitam ingressar em certos trabalhos por livre e espontânea vontade e que se sintam bem por fazerem algo que gostam e serem respeitados por suas escolhas.

Projeto "Peças de Valor"

Mais do que carinho
Mais do que amor
É dever
É obrigação
É respeito
É valor
Pelo que faz
Pelo que cria
É ser cidadão
É ser humano
É dever
É obrigação
É respeito
É valor
Com as profissões que me cercam
Com os trabalhadores que ajudam
Com os que tornam melhor minha vida
É dever
É obrigação
É respeito
É peça de valor
Mostrando ao mundo que
Não importa se é bico, oficio ou profissão
É uma função e a valorização
Te torna humano
Te torna cidadão

Slogan: A sociedade é feita por partes

Hashtag: #ImaginaSe

Logotipo

Trabalho integrado 2 - Maristao20131h

Componentes

Beatriz Horita, nº 3

Esther Aragão, nº 9

Isabela Oliveira, nº 16

Larissa Pires, nº 20

Maria Vitória Mansur, nº 25

Rafaela Rocha, nº 31


1º ano "H"