Liberdade de Pensamento

1° ano A

#pensamentolivre #liberdadepradentrodacabeça #pensejunto #pensemelhor

Camille(3) Maíra(31) Júlia(23) Rafaella(37) Darlucy(8)

Direitos Humanos do Colégio Marista de Brasília - 1° ano A

1. Todos os alunos devem respeitar e ser respeitados independente de suas condições físicas, financeiras ou sexuais;

2. É necessário que o ambiente escolar seja preservado devido ao fato de que ele é de domínio e de uso do coletivo por parte dos alunos e dos funcionários do colégio;

3. Todos os alunos devem respeitar a privacidade dos outros, como por exemplo: não mexer na mochila dos demais sem a autorização do proprietário;

4. Cada aluno pode participar livremente dos eventos culturais e sociais dispostos do colégio;

5. Todo professor tem o direito de ministrar suas aulas sem interrupções. Assim como deve dar espaço aos alunos e escutar suas falas;

6. É completamente intolerável qualquer tipo de acusação e punição sem provas;

7. É estritamente proibido qualquer tipo de brigas verbais ou físicas;

8. Todo aluno tem direito a monitorias e oficinas sem custo;

9. A segurança deve ser assegurada a todos os alunos pela escola dentro do ambiente.

10. Todo aluno deve contribuir para manter a fila da cantina organizada e um ambiente escolar limpo.

Direito Humano #18: Liberdade de Pensamento

Violação dos Direitos Humanos - art 18 DUDH

A falta de liberdade de pensamento se da por inúmeros motivos como por exemplo o medo de se expressar gerados pelas críticas, bullying e falta de educação. Um grupo que segue uma religião, acredita em alguma opinião, não aceita uma pessoa que pense o contrário. Alguns exemplos desse tipo de violação são quando as pessoas são reprimidas pelo simples fato de se destacarem, darem alguma opinião. Essas são julgadas e criticadas pela falta de educação.Acredito que se a pessoa observa pode aprender muito mais, então muitas vezes as pessoas que são mais tímidas são as que podem nos trazer mais conteúdo. Se nós Maíra, Camille, Júlia, Darlucy e Rafaella conversássemos mais com essas pessoas e dizer para elas que não devem ter medo de se expressar, podemos ajudar a promover o Art. 18 (liberdade de pensamento). Não devemos ter vergonha de quem somos, devemos ter orgulho, seja qual for a crença, opinião, motivo.Se esse artigo fosse mais popularizado e todos o respeitassem, a sociedade e a relação entre as pessoas nela estabelecida seria melhor. Os problemas seriam resolvidos facilmente, pelo respeito todos iam aceitar o pensamento de todos e viveríamos num mundo mais harmônico e diversificado.

Introdução

Objetivo Geral:


Provar aos homens e mulheres de todas as faixas etárias que todos somos iguais perante à lei, como todos tem o direito de se expressar. Mostrando que não devemos ser reprimidos ou censurados pelo simples fato de pensar.


Objetivos Específicos:

1) Deixar a compreensão da constituição mais ampla já que muitos ferem direitos por causa de sua ignorância.


2) Sensibilizar as pessoas para que essas não julguem o pensamento alheio. Por mais que muitos não cumprem com a lei, está na carta magna e deve ser seguida para que a sociedade tenha oportunidade de experimentar uma vida com mais justiça.


3) Unir pessoas para tratar de assuntos gerais para mostrar que cada um pensa de um jeito e juntos pensamos melhor.

Introdução

Justificativas:


A nossa campanha é uma tentativa de abrir a mente da população para novas opiniões, independente de cor, orientação sexual. O projeto surgiu da necessidade do respeito as opiniões alheias para que possamos conviver num ambiente fraterno e harmônico.


Estratégias:

Com o intuito de quebrar paradigmas da população, trazer a esta realidade acontecimentos da ditadura militar brasileira por meio de teatro, músicas, livros, campanhas em redes sociais e mostrar como a falta de liberdade de pensamento e expressão afeta as pessoas de forma negativa e a censura pode trazer danos psicológicos e físicos.

Liberdade de Pensamento

Grupo

Camille Capibaribe -3, Darlucy Carolina -7, Júlia Campos -23, Maíra Amorim -31 e Rafaella Gadelha -37