Sistema Respiratório

Amanda (1), Jackeline (20), Marcela Lemgruber (31)

Anatomia - órgãos e funções

O sistema respiratório no corpo humano faz o processo chamado de respiração, esta, resume-se na absorção de oxigênio (O2), e a eliminição do gás carbônico (CO2) resutante das oxidações celulares.


ÓRGÃOS:

- Nariz: Este tem a finalidade de captar o ar, além de prepará-lo (filtra, umidece e aquece) para a realização da troca gasosa nos pulmões, o trabalho desse órgão resulta em uma boa hematose.


- Faringe: Após passar pelo nariz, o ar segue pela faringe, canal presente no sistema respiratório e digestório.


- Laringe: Este órgão retém as partículas de pó que passam pela filtragem do nariz, é um tubo o qual da continuação à faringe.


- Traqueia: É responsável por levar o oxigênio aos brônquios, sendo composta por anéis de cartilagem e separa-se em dois ramos.


- Brônquios: São dois dutos pequenos que entram nos pulmões, e dentro deles se ramificam muitas vezes até ficarem microscópicos, passando a ser chamados de bronquíolos. Por sua vez, cada bronquíolo termina em microscópicas bolsas compostas por células epiteliais achatadas recobertas pelos alvéolos pulmonares (capilares sanguíneos).


- Pulmões: São os órgãos responsáveis pela troca gasosa (hematose), são esponjosos e envolvidos por uma membrana serosa denominada de pleura.

Respiração pulmonar X Respiração celular

Big image
- Respiração pulmonar: é o ato de inalar e exalar ar através da boca ou das cavidades nasais para se processarem as trocas gasosas ao nível dos pulmões; este processo encontra-se descrito em ventilação pulmonar.
Big image

- Respiração celular: é o processo de conversão das ligações químicas de moléculas ricas em energia que pode ser usada nos processos vitais.

Inspiração e Expiração:

A inspiração, que promove a entrada de ar nos pulmões, dá-se pela contração da musculatura do diafragma e dos músculos intercostais. O diafragma abaixa e as costelas elevam-se, promovendo o aumento da caixa torácica, com conseqüente redução da pressão interna (em relação à externa), forçando o ar a entrar nos pulmões.


A expiração, que promove a saída de ar dos pulmões, dá-se pelo relaxamento da musculatura do diafragma e dos músculos intercostais. O diafragma eleva-se e as costelas abaixam, o que diminui o volume da caixa torácica, com conseqüente aumento da pressão interna, forçando o ar a sair dos pulmões.

Hematose