Basquetebol

Máquina humana: se aprimora com o uso e atrofia com o desuso

História do Basquete

O basquetebol surgiu no ano de 1891, nos Estados Unidos, seu criador foi James Naismith, professor de Educação Física. Somente no começo do século XX que se iniciou a proliferação do basquete pelo mundo. Ligas e federações começaram a organizar campeonatos e o esporte, de tão popular, começou a fazer parte dos Jogos Olímpicos. Atualmente, o basquete é muito praticado no mundo todo. Além de estar organizado profissionalmente, este esporte é presença obrigatória nas aulas de Educação Física de escolas e faculdades brasileiras.


O Brasil nas Olimpíadas de Londres (2012)

A participação brasileira os Jogos Olímpicos de Londres em 2012 não foi boa, nenhuma das equipes, de ambos os gêneros, ganharam medalha. A seleção brasileira masculina de basquete foi eliminada nas quartas de final ao ser derrotada pela Argentina por 82 a 77. Já a feminina não conseguiu passar da primeira fase.


Basquetebol no cenário esportivo mundial: o "teleespetáculo"

Na entrada de importantes arenas do basquete como o American Airlines Arena, talvez você se sentisse no Brasil. Porque? Pelo número de cambistas e vendedores ambulantes dos mais diversos tipos com os mais diversos produtos, mas as semelhanças acabam aí. Um dos ingressos mais baratos custa 80 dólares, para a arquibancada superior. Após serem revistados, os torcedores podem pegar a revista do Miami Heat, time da casa, com o ídolo Dwayne Wade na capa, e subirem os vários andares de escada rolante, convidados sempre a terem a cara do seu time, do seu ídolo e estarem “em casa”. De bonés a camisas e shorts de vários modelos, tamanhos, cores e opções, tanto femininos quanto masculinos, com preços que podem chegar a US$ 80. Nos intervalos entram DJ, líderes de torcida, mascote do time, uma equipe de TV ao vivo, anúncios de produtos, para lembrar que você está na América e que eles se orgulham disso. É um show, um espetáculo de esporte e profissionalismo, mas também um colírio aos olhos e uma vaselina para o bolso. O esporte de hoje é parte integrante da milionária indústria de entretenimento mundial, que tem ficado cada vez mais atenta à "vocação" e a facilidade do esporte em atrair espectadores. Assim, impulsionada pela televisão, transformou o esporte em "telespetáculo".


http://www.youtube.com/watch?v=idlYCrgDjX4

Basquete e o mercado de trabalho

O mercado de trabalho para o atleta de qualquer esporte depende exclusivamente da amplitude do esporte no país. No cenário brasileiro do basquetebol, por ser um esporte que ainda está crescendo, embora exponencialmente, muitos jogadores ainda são levados para jogar no exterior, principalmente na NBA. Não existe formação específica para ser um jogador de basquete, pois, por ser um esporte, o aprendizado vem durante os treinamentos. É necessário que o jogador tenha muita disciplina e força de vontade para jogar em um time profissional. É importante também que o incentivo aos investimentos nos esportes aconteça, tanto por parte do governo, quanto por iniciativa privada, e também pelos próprios atletas de destaque do esporte, para que as crianças tenham oportunidade de crescimento e de treinamento, principalmente as mais carentes.

Tecnologia da informação, esportes de alto rendimento e atividades com fins salutares

No mundo moderno, a tecnologia tem cada vez mais, andado de mãos dadas com o esporte. Agora, mais do que nunca o esporte entrou na lista de prioridades do governo brasileiro. Nos últimos três anos, a agência do Ministério de Ciência e Tecnologia concedeu cerca de R$ 10 milhões para apoiar pesquisas e inovações no esporte.



Pesquisadores da Universidade de Michigan, nos Estados Unidos, em parceria com a InfoMotion Sports Technologies, desenvolveram um pequeno sistema integrado as bolas de basquete que é capaz de medir as melhores formas de realizar as jogadas, podendo ajudar ainda mais no desenvolvimento do esporte, além de ser útil, é pequeno, pesando cerca de 5g, não atrapalhando os lançamentos. Segundo os pesquisadores, o sistema pode facilitar o trabalho de correção de jogadas. Os jogadores poderão saber, por exemplo, se precisam trabalhar mais na mira, no, na força dos lançamentos, tudo isso para melhorar ainda mais a qualidade do esporte.



Os efeitos da atividade física reconhecidos como salutares são os que afastam as pessoas de doenças, as mais importantes são o alívio de tensões emocionais, a normalização dos níveis e do perfil de gorduras, eficiência do metabolismo e o estímulo ao aumento da massa muscular. Nunca se falou tanto em qualidade de vida e saúde como nos últimos tempos, a ausência de atividade física trouxe aumento do estresse e do sedentarismo.




A teoria em prática: alunos botando em prática

No desenvolvimento do trabalho, tivemos vários momentos de análise e prática para comprovarmos como a tecnologia pode auxiliar no desenvolvimento do esporte e dos próprios jogadores. Durante uma das aulas de educação física, três integrantes do grupo fizeram uma série de 10 arremessos, com contagem de conversões, fotos e filmagens a serem analisadas.

Analisando o material, escrevemos uma série de dicas e instruções para o aperfeiçoamento dos movimentos de acordo com cada resultado de cada jogador, visando o aumento de conversões. Na volta ao ginásio, os mesmos três integrantes repetiram os dez arremessos, mas agora seguindo a análise e as dicas. O resultado foi o esperado: a dificuldade em assimilar os movimentos com naturalidade e fluidez, mas a maioria dos resultados foi positivo e houve um maior número de conversões.

MVI_0730
MVI_0731
MVI_0733

2º "a"

Marina Antonucci n°32, Juliana Katalinic n°24, Maria Eduarda Dornelas n° 30, Carolina Assunção n°5, João Pedro Braga n°19, Guilherme Saraiva n°15 e Gabriel Pessoa n°10