Figura de Linguagem

Algumas considerações acerca das inúmeras utilizações

Quando a estratégia faz toda a diferença:

Sabe quando líamos quadrinhos e nos imaginávamos participando das Lutas de um Super Herói? Quando degustamos Uma bela poesia, com aquela mistura de sentidos que só os Grandes Poetas podem nos proporcionam? Pois então ... Saiba que alem da Inspiração, Estratégias textuais estão sendo desenvolvidas !!!!

Figuras de Linguagem

Alguns exemplos:

Figuras de linguagem[editar | editar código-fonte]

Antítese e Paradoxo

Antítese é a aproximação de ideias contrárias.

  • Ex.: Já estou cheio de me sentir vazio.

Paradoxo consiste na exposição de palavras contrárias.

  • Ex.: Ele não odeia, ama.

Na explicação do professor Paulo Hernandes fica evidente a diferença entre estas duas figuras de linguagem frequentemente confundidas:

"Como podemos ver, na antítese, apresentam-se ideias contrárias em oposição. No paradoxo, as ideias aparentam ser contraditórias, mas podem ter explicação que transcende os limites da expressão verbal."

Catacrese

É a figura de linguagem que consiste na utilização de uma palavra ou expressão que não descreve com exatidão o que se quer expressar, mas é adotada por não haver outra palavra apropriada - ou a palavra apropriada não ser de uso comum.

  • Ex.: Não deixe de colocar dois dentes de alho na comida.

Sinestesia

Consiste na fusão de impressões sensoriais diferentes.

  • Ex.: Aquela criança tem um olhar tão doce.

Comparação

Como o próprio nome diz, essa figura de linguagem é uma comparação feita entre dois termos com o uso de um conectivo.

  • Ex.: O Amor queima como o fogo.
  • Ex.: Carcará / Lá no sertão / É um bicho que voa que nem avião (...) 2

Metáfora

É a figura de palavra em que um termo substitui outro em vista de uma relação de semelhança entre os elementos que esses termos designam

Essa semelhança é resultado da imaginação, da subjetividade de quem cria a metáfora.

Disfemismo ou Cacofemismo

É uma figura de estilo (figura de linguagem) que consiste em empregar deliberadamente termos ou expressões depreciativas, sarcásticas ou chulas para fazer referência a um determinado tema, coisa ou pessoa, opondo-se assim, ao eufemismo. Expressões disfêmicas são freqüentemente usadas para criar situações de humor.

  • Ex.: Comer capim pela raiz.

Hipérbole ou Auxese3

É a figura de linguagem que consiste no exagero.

Metonímia ou Transnominação

É a figura de linguagem que consiste no emprego de um termo por outro, dada a relação de semelhança ou a possibilidade de associação entre eles. Definição básica: Figura retórica que consiste no emprego de uma palavra por outra que a recorda.

  • Ex.: Lemos Machado de Assis por interesse. (Ninguém, na verdade, lê o autor, mas as obras dele em geral.)

Personificação ou Prosopopeia 4

É uma figura de estilo que consiste em atribuir a objetos inanimados ou seres irracionais sentimentos ou ações próprias dos seres humanos.

  • Ex.: (...) Eu vi a Estrela Polar / Chorando em cima do mar (...) 5

Perífrase6

Consiste no emprego de palavras para indicar o ser através de algumas de suas características ou qualidades.

  • Ex.: O rei dos animais (Leão) 7
  • Ex.: Visitamos a cidade-luz (Paris) 8

Ironia9

Consiste em apresentar um termo em sentido oposto.

  • Ex.: Meu irmão é um santinho (malcriado).

Eufemismo10

Consiste em suavizar um contexto.

  • Ex.: Você faltou com a verdade (Em lugar de mentiu).


(fonte: https://pt.wikipedia.org/wiki/Figura_de_linguagem)

Figuras de Linguagem Aula Grátis de Português para Vestibular ENEM e Concursos