Sistema Nervoso Autônomo

Simpático, Parassimpático

Sistema Nervoso Autônomo

O sistema nervoso autônomo é responsável pelo controle das funções viscerais como pressão arterial, motilidade do trato gastrointestinal, vesical e sudorese.

Organização do sistema nervoso autônomo este sistema é regulado por centros medulares, pelos núcleos do tronco encefálico como também pelo hipotálamo.

Anatomicamente fazemos a distinção de três sistemas que compõe o sistema nervoso autônomo Simpático, Parassimpático e Entérico.

Big image

Simpático

- Conta com uma cadeia de gânglios simpáticos para vertebrais situadas bilateralmente ao lado da coluna vertebral torácica e lombar.

- Os neurônios pré-ganglionares, isto é, aqueles que interligam a medula espinhal com o gânglio nervoso são curto, eferindo do corno lateral do H medular. As fibras pós-ganglionares, aquelas que partem dos gânglios, são longas atingindo os órgãos alvo do sistema nervoso autônomo simpático.

- As fibras pré-ganglionares simpáticas fazem sinapses num gânglio nervoso liberando acetilcolina (ACh), atuando sobre receptores nicotínicos. Já as fibras pós-ganglionares simpáticas fazem sinapses com os órgãos alvo com liberação de noradrenalina e ou adrenalina, atuando sobre receptores adrenérgicos alpha e ou beta, dependendo do tecido envolvido.

- Apesar dessas considerações, há exceções: As fibras que inervam as glândulas sudoríparas fazem sinapses ganglionares e terminais (nos órgãos alvo) mediadas por ACh. Outra exceção as considerações anteriores é a inervação da glândula suprarrenal: há fibras pré-ganglionares curtas liberando ACh porém não há sinapse ganglionar nervosa típica, a própria glândula suprarrenal atua como gânglio nervoso com produção e liberação de catecolaminas.

Parassinpático

Anatomicamente o sistema nervoso autônomo parassimpático situa-se na porção cranial e caudal da coluna vertebral.

Geralmente as fibras pré-ganglionares são longas (contrário ao SNA Simpático) e as fibras pós-ganglionares são curtas já que os gânglios nervosos, neste sistema, situam-se próximos ao tecido alvo.

A maior parte das fibras (75%) do sistema nervoso autônomo parassimpático são provenientes do nervo vago.

- Outros pares de nervos cranianos deixam o sistema nervoso compondo o sistema parassimpático: III (nervo óculo motor), VII (nervo facial) e IX (nervo glossofaríngeo).

Os receptores ganglionares, a exemplo do sistema nervoso autônomo simpático, são colinérgicos nicotínicos enquanto que nas terminações (órgãos alvo) os receptores são muscarínicos (subdivididos ainda em diversos tipos, dependendo do órgão envolvido).

Alunos

Pedro Hellowell 41

Luiz Filipe Evelin 30

Luiz Felipe Gomes 29