TEXTOS LITERÁRIOS E NÃO LITERÁRIOS

EXEMPLOS

TEXTO NÃO LITERÁRIO

Com 18 garotas no motel, Adriano derruba três lendas urbanas do Rio

247

Mário Magalhães

09/03/2015 13:00

Compartilhe

Imprimir Comunicar erro

Tem ou não tem motivos para sorrir? – Foto reprodução

Mudando, enfim, de assunto, nesta segunda-feira nublada aqui no Rio, vingança involuntária do pessoal que tem de ralar e não pode aproveitar na praia o que resta do verão: nenhum outro assunto tem tanta audiência na cidade, nem os protestos previstos para esta semana, quanto a notícia do “Extra'' sobre uma farra do (ex?) jogador Adriano com 18 garotas de programa.

O jornal contou que outro dia, com 60 mil reais no bolso, o imperador _o centroavante, não o homem de preto da novela_ chegou ao motel Vip's com 18 moças e os amigos de um grupo de pagode.

Por mais que tenha rolado uma divisão fraternal e amorosa, e a considerar a informação do “Extra'', o relato derruba três lendas urbanas que haviam se espalhado:

1) que Adriano estava fora de forma;

2) que estava falido;

3) e que estava noutra.

Vejam a foto lá no alto: o garoto que está batendo um bolão tem ou não tem motivos para sorrir?


TEXTO LITERÁRIO

Se Eu Morresse Amanhã (Álvares Azevedo)

Se eu morresse amanhã, viria ao menos
Fechar meus olhos minha triste irmã,
Minha mãe de saudades morreria
Se eu morresse amanhã!
Quanta glória pressinto em meu futuro!
Que aurora de porvir e que manhã!
Eu perdera chorando essas coroas
Se eu morresse amanhã!
Que sol! que céu azul! que doce n’alva
Acorda ti natureza mais louçã!
Não me batera tanto amor no peito
Se eu morresse amanhã!
Mas essa dor da vida que devora
A ânsia de glória, o dolorido afã...
A dor no peito emudecera ao menos
Se eu morresse amanhã!