Direitos Humanos

Artigo 5º, XXXII, CF1988

Texto base da campanha

Tema: Falta de conhecimento do consumidor


JUSTIFICATIVA

O tema dessa campanha foi escolhido pela falta de conhecimento dos direitos dos consumidores em todo o país, a fim de trazer uma relação mais harmônica entre consumidor e vendedor.


OBJETIVO GERAL

Por causa da falta de conhecimento dos direitos do consumidor, ambos os lados(consumidores e vendedores) têm passado por maus momentos. Se essa situação fosse revertida às compras e vendas de produtos e serviços de todo o pais poderiam acontecer de maneira menos embaraçosa e mais justa e harmoniosa.


OBJETIVO ESPECÍFICO

Essa campanha tem a função de conscientizar as pessoas, bem como alerta-las, de que o conhecimento dos direitos do consumidor podem evitar momentos de tensão e embaraço na hora da compra assim como evitar compradores de serem enganados por algumas empresas.


ESTRATÉGIAS

Divulgar em redes sociais como : Twitter, Facebook, Youtube e Instagram. Tentar divulgar como uma matéria do Jornal do Senado, também como matéria do Correio brasiliense e divulgar com os amigos, familiares e organizadores de manifestações.


COMPLEMENTO

Segundo pesquisas, as empresas que mais recebem reclamação dos consumidores são as de comunicação e de bancos, isso mostra como os consumidores estão reivindicando seus direitos por outro lado, isso também mostra que os vendedores não conhecem ou não dão importância a esses direitos.

Outro motivo para os consumidores terem que saber mais sobre seus direitos, é para não reclamarem sobre o que não se deve, por exemplo: muitas pessoas acham que podem trocar um produto só porque não gostaram dele, e se sentem no direto de obrigar a troca com o vendedor, porém a troca só é de direito do consumidor quando o produto não está em perfeitas condições. Isso mostra como a falta de conhecimento pode causar conflitos desnecessários.

Devida à falta de conhecimento dos consumidores, os vendedores acabam se aproveitando disso e cobrando taxas indevidas ou não necessárias, por isso as pessoas deveriam se conscientizar mais e estudar seus direitos como consumidor. Existem empresas com mais de 300 reclamações sobre cobranças indevidas e mau funcionamento dos produtos, e mais da metade dessas reclamações não são levadas em consideração.


"Compre e venda justamente."


#comprajusta


Professor: Gilmar Félix


Slogan

Violação dos Direitos Humanos - Artigo 5º DUDH

Muitas pessoas, que estão numa posição social geralmente baixa, querem ter as mesmas coisas que as outras pessoas, e fazem tudo para conseguir isso. Muitas vezes no meio de algum crime, o nervosismo leva o ladrão a fazer coisas que não devia, podendo levar alguém a morte violando assim o direito a vida, porém a violação desse desse direito pode se dar apenas por pura raiva ou ódio das pessoas que geralmente precisam de tratamento psicológico. Além do roubo, a pessoas que querem ter mais coisas também sequestram outras para conseguir dinheiro, e isso viola o direito a liberdade. No final das contas, a violação desses direitos, no geral, se dá por causa das diferenças sócias existentes na sociedade atual.

O aborto é uma violação ao direito à vida, pois mata o embrião que é uma pessoa, outra violção a esse direito é o assassinato. Ser proibido de sair e andar pelas ruas, fazer suas próprias escolhas é uma violação ao direito à liberdade, pois isso seria com manter uma pessoa em cativeiro. E quando o Estado não proporciona vigilância adequada a população, não impedindo crimes, isso é uma violação ao direito à segurança pessoal. Violações como essas estão acontecendo cada vez mais no dia a dia.

Algumas atitudes que poderiam ser feitas para diminuir a violação desses direitos seriam organizar movimentos contra a violência, protestos para melhorar a segurança pública e contra a corrupção de policiais, nós poderíamos também entrar nas redes sociais e espalhar a importância desses direitos para as pessoas, fazendo com que elas se conscientizem das melhorias que a não violação desses direitos pode trazer.

Se esta declaração fosse conhecida por todos e amplamente cumprida, o índice de criminalidade seria muito menor, o índice de pessoas na fila para conseguir atendimento nos hospitais seria muito pouco e a qualidade dos hospitais públicos seria muito melhor do que é agora, além de que o número de assassinados e sequestrados diminuiriam consideravelmente e as pessoas não precisariam apelar para a defesa pessoal. E as pessoas não seriam escravizadas ou mantidas em cativeiro. Com cooperação e ajuda de divulgação em redes sociais, nós podemos levar esse artigo para muito mais pessoas, e com elas conhecendo sobre o assunto iriam atrás do que eles tem direito perante a lei.


Hector nº 1, Guilherme nº 13, Ian nº 15, Leonardo nº 21, Pietro nº 32, Rafael nº 33

1º G

Esquema Direitos Humanos

Relação entre o Artigo 5º e a DUDH

Propaganda

Direitos do consumidor