Preservação das Águas

MAIS QUE UM DEVER, UMA ATITUDE.

ÁGUAS CONTINENTAIS

As águas continentais são de extrema importância para o ser humano e mesmo sabendo disso insistimos em poluí-las e desperdiça-las. Apenas uma pequena parcela da água existente no mundo é doce, e uma parte menor ainda está acessível a nós. Então, porque continuamos a desperdiçar?

A resposta é porque não sabemos, isto é, a grande parte da população não está consciente desse sério problema. Assim, temos em vista conscientizar as pessoas do problema que estamos sofrendo: a ''matança'' das águas... mas onde estariam essas águas?

  • 2,3% da água é doce mas se encontra em geleiras ou abaixo da terra e não são usadas para beber;
  • 97,3% de toda água da terra é salgada e está em oceanos e mares;
  • 0,36% é doce e encontrada em rios, lagos e na atmosfera, e é de fácil consumo humano;
  • O Brasil é o país que tem mais água doce em todo mundo;
  • 70% da água no Brasil se encontra na Amazônia. Os outros 30% se encontram pelo resto do país, para atender 93% da população.

Importância da ÁGUA

Podemos dizer que é de extremo azar que a substância que nos mantém vivos, especificamente a água doce, é aquela que se encontra em escassez em nosso vasto mundo. Mesmo não vivendo sem comida, sem oxigênio, sem o Sol, é importante destacar que a água entra nessa lista.

Isto porque a água:

  • Sem a água, não teríamos como desenvolver o metabolismo e morreríamos;
  • Na água estão suspensos compostos necessários para o funcionamento celular;
  • Ela é o solvente universal; permite diversas substâncias presentes na célula se tornem soluções constituintes do citoplasma;
  • A água participa do mecanismo termo-regulador do corpo, evitando o nosso superaquecimento;
  • Ela é um meio de transporte de substâncias e possui poder de coesão.

Desperdício e sua estatística

Tendo dito a importância da água, vemos como ela é essencial para a vida dos seres vivos e que sem ela não viveríamos. Portanto, estamos desperdiçando um elemento crucial para a vida com coisas fúteis, enquanto poderíamos viver com muito menos e sermos satisfeitos com nossa condição.

Desperdiçamos água com torneiras ligadas, muito tempo no banho, ao lavar carros com mais água do que preciso, ao lavar a roupa... não nos estendamos com exemplos infinitos mas sim com uma verdade: se continuarmos acabando com nossa água, um dia ela acabará.

Poluição: o verdadeiro mal

Mesmo que o desperdício de água seja um grande problema, ela não se compara com a poluição da mesma. Isto é dito em função de que ao poluir tal elemento influenciamos em todo seu ciclo biogeoquímico, logo as águas em todos os ambientes acabam por ficarem poluídas.
Assim, contaminamos todo o ciclo da água, causado pela poluição de rios, lagos, lençóis freáticos, mares, oceanos... mas como poluímos?

Isso ocorre de várias maneiras, desde lixo e esgoto até dejetos químicos industriais, estes que entram em contato com a água e a contaminam:

  • alterando sua forma química;
  • um objeto, não reagindo com a água, afeta negativamente os seres vivos do ambiente;
  • introdução de organismos ou microrganismos que prejudicam o ambiente.
  • Temos como comuns contaminantes o: CO2 em excesso, resíduos radioativos, agentes patogênicos, substâncias tóxicas e partículas sólidas.


Como consequência, temos crises epidêmicas por conta da água, pessoas vivendo em condições desumanas, um milhão de pessoas sem água potável no planeta, 3 bilhões vivendo com menos que o mínimo necessário.

Conscientização: Meios de Preservação

Hoje, é de extrema importância que as pessoas se conscientizem sobre o grande problema que vem danificando nossas vidas. Logo, é preciso que a população saiba os meios de evitar o desperdício e a poluição, além de como viver bem com o mínimo possível.

Primeiramente, sobre a questão da poluição, é estreitamente necessário que as grandes indústrias e governos cuidem para não poluírem as águas com seus dejetos. Em menor escala, as pessoas precisam se conscientizar sobre a questão do desperdício, isto é, elas precisam saber como evitar perder água com as maneiras mais fúteis em seu alcance.

Portanto, é possível economizar água com as situações mais simples do dia a dia, basta o querer das pessoas, como um simples fechar de torneira. Então, é de extrema urgência o trabalho de conscientização em cima das pessoas, mudando seus pensamentos para que se torne de bom grado as ações para salvar um dos mais importantes elementos para a vida: a água.