Wiki

Escrita Colaborativa

Escrever a quatro, seis ou mais mãos não é tarefa fácil. Os trabalhos em grupo são comuns nas escolas, em todos os níveis de ensino, e costumam demandar muita disciplina, organização e afinidade entre professores e alunos. Se a esses cabe compreender as tarefas, produzir textos e respeitar os prazos, aos professores cabe orientar e avaliar o processo e o produto da atividade. Nem sempre os alunos ficam à vontade para escrever com colegas. É necessário sincronizar tarefas,aprender a compartilhar ideias e conhecimentos com os outros e, até, entender um pouco de edição/revisão de texto. O professor também tem lá suas preocupações:Como dividir s grupos? Como solicitar a produção?Como controlar se todos os alunos de cada grupo tiveram uma participação relevante na tarefa? Como avaliar o processo de produção textual (tão importante quanto o produto a ser entregue)? De que forma evitar o plágio (ou mesmo cópias inocentes)? Algumas ferramentas digitais de comunicação podem ajudar nesse tipo de atividade, permitindo, inclusive, que o professor faça, a distância, um acompanhamento mais efetivo do desenvolvimento do texto. É claro que isso traz outras implicações: o docente terá de se conectar à ferramenta ao longo dos dias, acessar o trabalho dos alunos,conversar com eles remotamente,o que pode significar mais trabalho extraescolar. No entanto, uma tarefa bem planejada e acompanhada pode até mesmo dispensar aquela pilha de “redações” para “corrigir” no final da empreitada. É questão de refletir sobre custos e benefícios, sempre levando em consideração o ensino e a aprendizagem. Já não são raros os projetos que utilizam ferramentas colaborativas digitais na escola. Em grande parte, os responsáveis pela apropriação educacional das ferramentas são professores de línguas, mas é possível empregar esse tipo de software em qualquer disciplina, para a produção de muitos gêneros de texto. forma simultânea ou não, estão disponíveis na web, inclusive de forma gratuita (ou free ).

Big image