Trabalho de Educação Física

Basquetebol e Tecnologias da Informação

All-Star 2011-ENTERRADA DE Kobe Bryant

Introdução ao Basquetebol

O basquete foi criado por James Naismith, professor de educação física da Universidade de Springfield, em 1891 no estado de Massachusetts, Estados Unidos. Criado para ser desenvolvido dentro de lugares fechados no rigoroso inverno, o basquete começa dentro da universidade sendo jogado com uma bola de futebol. Mais tarde é desenvolvida uma bola específica para o jogo. O esporte se espalha pelo mundo durante o século XX. O basquete chega ao Brasil por meio do professor Augusto Shaw, e aos poucos a modalidade foi despertando atenção. É no século XX que alguns torneios começam a ser disputados. Alguns dos atletas conhecidos foram: Hortência Maria de Fátima Marcari Oliva, Nenê, Oscar Schmidt, Magic Paula, Friedrich Bispo dos Santos entre outros.

A Federação Interacional de Esportes Atléticos queria inserir o basquete oficialmente nos esportes, porém a diferença de regras para os demais era muito grande. Então foi criada uma federação com esportes jogados com as mãos. Em 1932 surge a Federação Internacional de Basketball Amador (FIBA), agora responsável pelo basquete. Torneio que a FIBA realiza acontece a cada quarto anos e países como Argentina, Estados Unidos, Chile, Brasil, Filipinas, França, Grécia, Alemanha participam.

Atualmente o basquete é um dos esportes mais praticados no mundo, com cerca de 300 milhões de adeptos, e mais de 170 países estão filiados à FIBA. A NBA é a principal liga de basquete do mundo e atrai tanto a mídia como milhares de expectadores. Para controlar gastos com os maiores e melhores jogados existe uma taxa chamada ‘Luxury tax’, quando o clube ultrapassa o valor 57,7 milhôes de dólares, o valor sofre uma taxa de 100%, isso é para poder controlar os gastos das equies, manter os jogadores e não ter que reduzir os salários dos demais. Em contrapartida, no Brasil o basquete é pouco valorizado, sendo o salário do jogador baixíssimo se comparado à jogadores de outros esportes como o futebol. Assim, muitos dos bons jogadores brasileiros procuram jogar fora, como Oscar Daniel Bezerra Schmidt, considerado um dos melhores jogadores de basquete do mundo, já jogou em clubes dentro e fora do Brasil, clubes na Itália e Espanha. Hoje, Oscar é um ex-jogador, mas contia trabalhando no ramo do esporte. Nenê (Maybyner Rodney Hilário) é outro exemplo de jogador brasileiro no exterior. Ele ficou dois anos no clube Vasco da Gama (Brasil), de 2002 a 2012 jogou no Denver Nuggets (Estados Unidos) e em 2012 começou a atuar no Washington Wizards (Estados Unidos).


Segue vídeo sobre a história do basquete

Cultura NEWS: A história e a origem do Basquetebol

A Tecnologia da Informação no Esporte

A partir do momento em que a ciência se ocupa em estudar o corpo humano e seus limites, inovações são criadas para que se possa melhorar o desempenho antes conseguido, para ir além do corpo humano. Um bom exemplo disso é o abolido uniforme de natação, que melhorava o desempenho dos nadadores olímpicos e culminou na quebra de recordes antes conseguidos pelo nosso corpo. Assim, a pesquisa de novas tecnologias provém da vontade de quebrar recordes, de melhorar, de conseguir o que antes não se conseguia. Mas também há outro lado da história. A tecnologia facilita o melhoramento do corpo, assim como de como se organiza e estrutura o esporte. Utilizando novamente a natação como exemplo, antes da placa de pressão que se pressiona ao final da “corrida”, não havia como distinguir milésimos de segundos.


Quanto ao basquete, essas tecnologias chegaram ao esporte em praticamente todo aspecto do jogo. Com três exemplos pode-se verificar isso. O primeiro deles é o uniforme. Não apenas no basquete, tecnologias de maior leveza, flexibilidade e outros estão sempre surgindo nos novos uniformes. Em segundo lugar, o sistema de arbitragem vem sendo aprimorado, como pelo “Digital Scoresheet”, que faz com que a arbitragem seja mais precisa no que diz respeito ao tempo. O terceiro é o estudo do corpo humano, que possibilitou que, a partir de máquinas, se determinasse do que o corpo precisa e no que ele pode melhorar, quais os exercícios que se pode fazer, dentre outros. Este exemplo é muito importante, pois passou a ser aplicado em todo tipo de esporte, passando posteriormente para as atividades e exercícios físicos. Esse estudo do corpo (que levou ao melhoramento de habilidades em jogos, como no arremesso do basquete) é o que nos permite ter hoje dietas e recomendações médicas para sermos mais saudáveis. Por isso, percebe-se que as tecnologias influenciam diretamente tanto no esporte quanto no nosso dia-a-dia, inclusive com fins salutares.Nota-se, por fim, que a tecnologia também foi determinante para a inclusão de deficientes nos esportes, como, por exemplo, nas cadeiras de rodas próprias para se jogar basquete.

Objetivo do trabalho e Metodologia

  • Objetivo: entender o esporte basquetebol e, por meio do uso de tecnologia (fotos e vídeos) e análise de dados (postura correta x postura utilizada, dentre outros), chegar à conclusões de como melhorar o rendimento do atleta no basquetebol.
  • Metodologia: primeiramente, serão feitos arremessos que serão fotografados, filmados e com resultado anotado. A partir desse ponto, serão comparadas as posturas das pessoas que arremessaram com a postura considerada correta. Essa postura será, então, utilizada para, com os novos resultados, determinarmos se houve melhora ou não. Basicamente, será utilizada a tecnologia para o melhoramento do rendimento dos atletas.

Discussão dos resultados

Após as análises das fotos e dos vídeos feitos pelo grupo, percebeu-se que o rendimento dos atletas foi baixo. O motivo deve ter sido a forma como a bola foi lançada (projetada), afinal, aplicar as técnicas corretamente não é tão simples. Percebe-se, também, que a maior dificuldade talvez seja manter a bola reta em relação a cesta, com os braços dobrados em frente a cabeça e a falta do treino desse movimento, bem como a postura errônea pela qual foi feito o arremesso. Os arremessos vão ser feitos novamente, com o objetivo de elevar o rendimento e o resultado, tentando aplicar melhor a técnica.


Movimento em que houve pior resultado:


Com novos arremessos em que a técnica mudou, observa-se já nos primeiros arremessos uma relevante mudança nos resultados, pois o número de conversões aumentou quase 100%, visto que foi utilizada a posição mais recomendável para arremessar a bola. Mas ainda sim alguns problemas persistiram como: a dificuldade de exercer o movimento na falta de costume e de força na posição do braço. A utilização da tecnologia se tornou fundamental, pois com as fotos e vídeos feitos foi possível observar melhor os erros e melhorar o rendimento dos atletas.


Movimento em que houve melhor resultado:

Conclusão

O basquete é um esporte que hoje é muito valorizado, com alto crescimento de sua popularidade desde sua criação. Mas diante dele, muitos encontram dificuldade, pois não é fácil competir com aqueles que já tem experiência. Para tentar obter um avanço significativo na habilidade esportiva, um meio pelo qual pode-se ter ajuda é fazendo uso da tecnologia como forma de análise de arremessos, marcação e posicionamento. Assim, pode-se comparar o modo de jogo com o utilizado por aqueles considerados melhores para chegar ao patamar deles, ou simplesmente aprender o jogo para se divertir com os amigos.
Análise biomecânica do salto de arremesso no basquetebol

Integrantes do grupo

Turma: 2º G


Brenda Lee - 5

Giuliano - 17

Isadora Porto - 20

João Pedro Zancanaro - 24

Julia Venzi - 28

Luiza Báo - 35

Paulo Meira - 41