POR QUE, POR QUÊ, PORQUE OU PORQUÊ?

Saiba como utilizar os "porquês" da língua portuguesa

Uso dos "porquês"

O emprego dos "porquês" ainda causa muitas dúvidas nas pessoas.

Veja como ficará fácil o uso após a análise a seguir:



Por que


É a junção da preposição por com o pronome interrogativo que. Esta forma é utilizada em dois casos:

  • se, depois de seu emprego, houver um questionamento sobre a razão ou motivo de um determinado acontecimento;
  • se pudermos substituir pela expressão pelo(a) qual e variações.

Exemplos:


  • A vitória por que lutei está próxima.
  • A vitória pela qual lutei está próxima.


  • Por que (motivo/razão) você não foi ao shopping?
  • Por qual (motivo/razão) você não foi ao shopping.


Observe que, em caso do questionamento sobre o motivo ou razão, estes ficam subentendidos na frase.



Por quê


Essa forma é empregada somente no final da frase, com uso obrigatório do acento em quê. Exemplos:


  • Ela me chamou, mas não sei por quê.
  • Correr atrás do ônibus por quê?



Porque


Essa forma pode ser uma das conjunções subordinativas causais, subordinativas finais ou uma das conjunções coordenativas explicativas. Empregamos tal forma em frases afirmativas e respostas explicativas, que indiquem não só explicação, mas também causa ou finalidade. Podemos substituir a forma por pois ou como.


  • Faltei à aula porque estava doente.
  • Faltei à aula, pois estava doente.


  • Porque era pequeno, os colegas não chamavam para brincar.
  • Como era pequeno, os colegas não chamavam para brincar.



Porquê


Forma empregada com o sentido de razão ou motivo. É sempre precedido por artigo ou pronome e também pode variar entre singular e plural, sendo, portanto, um substantivo. Exemplo:


Diga-me o porquê (o motivo) de você não querer ir ao médico.



Disponível em: http://rachacuca.com.br/educacao/portugues/uso-dos-porques/

Uso do Porque | Por que | Porquê | Por quê - Como fazer - Aula de Português Grátis para Enem
Língua Afiada - Dicas sobre o uso dos "porquês"
Uso dos Porquês | Música

Exercícios

1. Leia os fragmentos de letras de música de Chico Buarque de Hollanda e explique o uso do porquê:


“O que será que será / que todos os avisos não vão evitar / porque todos os risos vão desafiar / porque todos os sinos irão repicar / porque todos os hinos irão consagrar [...]

Por que me descobriste no abandono / com que tortura me arrancaste um beijo / por que me incendiaste de desejo / quando eu estava bem, morta de sono?

Resposta:
No 1º fragmento, a expressão é uma conjunção explicativa e equivale a pois, uma vez que; no 2º fragmento, trata-se de um caso de interrogativa direta.


2. Assinale a alternativa em que as palavras em destaque estão empregadas corretamente:
a) As causas porque luto são nobres, você compreende o porque do meu desempenho?
b) Finalizou o trabalho porquê?
c) Por que fez isso? Diga-me: por quê?
d) Você não compareceu à reunião por que estava indisposta.

Resposta:
A opção correta é a letra C. O 1º caso é uma frase interrogativa; no 2º, a expressão encontra-se no final da frase interrogativa.



Disponível em: http://educacao.globo.com/portugues/assunto/usos-da-lingua/uso-dos-porques.html

Izabella Reis Rosa

Apaixonada pelo português!