Fabíola Giovannetti

No começo de minha carreira, lecionei as duas disciplinas: língua portuguesa e inglesa. Acabei optando pelo Português, pois sou apaixonada por literatura.

Gosto de escrever, dos dias ensolarados, de praia, cinema, teatro, MPB, soul, jazz, balé clássico, café, vinho tinto, torta de nozes, animais domésticos e de gente.

Participei do GEEF (Grupo de Estudos do Ensino Fundamental Marista) e aprendi muito. Aliás, aqui no Colégio, estamos sempre aprendendo, somos incentivados a estudar e nos atualizar constantemente. Adoro minha profissão: sinto-me realizada ao preparar minhas atividades e também quando estou em sala de aula.

O maior prazer para um professor é poder participar do desenvolvimento intelectual e pessoal de seus alunos e, principalmente, conviver com esse universo plural. Afinal, como bem escreveu Guimarães Rosa: “Mire e veja: o mais importante e bonito, do mundo, é isto: que as pessoas não estão sempre iguais, ainda não foram terminadas – mas que elas vão sempre mudando. Afinam e desafinam. Verdade maior. É o que a vida me ensinou. Isso me alegra montão.”

Big image