Vanguardas europeias

Artes Visuais

Abstratismo

O abstracionismo refere-se às formas de arte não administradas pela figuração e pela imitação do mundo, ou seja, não representam objetos próprios da realidade concreta.

Seu surgimento, no inicio do século XX, deve-se às experiências das vanguardas européias, que rejeitaram a herança renascentista das academias de arte e recebeu influência do cubismo e do futurismo. Com este pensamento, passou a ter importância nas artes: as formas e as cores da composição. Na escultura, os artistas trabalham principalmente o volume e a textura, explorando as outras sensações, o olhar sai do plano linear para o tridimensional do objeto.


E dai surgem duas vertentes do Abstracionismo:

  • Abstracionismo Informal: recebe influência do Expressionismo e do Cubismo, e é no ato da pintura que o artista cria a sua perspectiva, deixando de lado a perspectiva tradicional. Cores, linhas, retas, exprimem emoções, manchas de cores e os grafismos estão presentes aqui.


Após a Segunda Guerra Mundial (1939-1945), influenciadas pelo Abstracionismo informal, surgem outras tendências artísticas, como o Expressionismo abstrato e o Abstracionismo gestual


  • Abstracionismo Geométrico: Neste caso o importante é o artista criar em cima de desenhos geométricos, onde deixa de aldo a sensação, os sentimentos. Os artistas exploram ao máximo as formas geométricas.

Principais características:

  • A manifestação está nas formas, nas cores e texturas, na liberdade de qualquer influência natural ou realidade.

  • Não tem a tendência da representação de imagens.

  • O distanciamento do aparente é a própria característica do Abstrato.

  • A arte abstrata se utiliza das relações formais entre cores, linhas e superfícies para produzir a realidade da obra. Tem também como característica, uma mesma obra de arte poder ser vista, sentida e interpretada de várias maneiras.