Anatomia do Coração

Interna e EXterna

Características Gerais S2

O coração é um orgão cuja a função primaria é impulsionar o sangue para toda as partes do corpo, por um sistema fechado de vasos sanguineos. É dividido em duas porções: coração direito (onde circula o sangue venoso) e esquerdo (onde circula o sangue arterial). Está situado no centro do tórax, entre os dois pulmões e por trás do osso esterno.

Anatomia Externa

Observando a imagem podemos aprender a anatomia externa.

Miocárdio é um conjunto de células musculares, que apresentam uma disposição e estrutura peculiar que constituem a parede do coração. O músculo cardíaco contém uma enorme quantidade de fibras musculares, cuja principal característica é sua grande capacidade de contração. O músculo cardíaco ou miocárdio, assim como qualquer outro músculo, possui a capacidade de se contrair e de relaxar-se, funcionando como uma autentica bomba mecânica, enviando e recebendo sangue com velocidade e força determinada. O miocárdio somente obtém energia do metabolismo aeróbio, ou seja, necessita de oxigênio para poder funcionar. Quando falta oxigênio no músculo cardíaco, ocorre o conhecido infarto do miocárdio, que se traduz numa necrose das células miocárdicas.

As artérias coronárias são os vasos que irrigam o miocárdio com sangue rico em oxigênio. Elas derivam de dois pontos da raiz da aorta formando a artéria coronária direita e o tronco da artéria coronária esquerda. Do tronco da coronária esquerda originam-se as artérias descendente anterior, responsável pela irrigação da parte frontal do miocárdio do ventrículo esquerdo. No lado direito, a Coronária direita é responsável pela irrigação do ventrículo direito. Dela originam-se ramificações como a artéria ventricular posterior que irriga a porção posterior do ventrículo direito. Todo este emaranhado de vasos assemelha-se a uma raiz de uma árvore. É importante notar que o afilamento das artérias é muito abrupto, considerando a área miocárdica. Isto é uma característica anatômica que favorece os eventos obstrutivos destes vasos.

Anatomia Interna

No interior do coração existem dois septos de tecido muscular e membranoso, um vertical e um horizontal, os quais determinam quatro compartimentos cardíacos diferentes. O septo vertical atravessa o coração desde a sua base até cima e divide-o em duas metades, a direita e a esquerda, normalmente incomunicáveis entre si. O septo horizontal, por seu lado, separa as duas cavidades superiores, denominadas aurículas, dos compartimentos inferiores, designados ventrículos, mas apresenta orifícios que permitem a comunicação das aurículas com o ventrículo do seu lado.

Aurículas. As duas aurículas ocupam apenas uma pequena porção do coração e estão situadas na parte superior do órgão. Estão separadas entre si pelo septo vertical, designado de septo interauricular, e dos respectivos ventrículos pelo septo horizontal, denominado septo auriculoventricular. A sua missão é acolher o sangue que lhes chega através das veias, desde os pulmões e restante organismo, para imediatamente impulsioná-lo para os respectivos ventrículos.

A aurícula direita apresenta dois orifícios por onde entram a veia cava superior e a veia cava inferior, que conduzem o sangue pobre em oxigénio, proveniente de todo o organismo, para o coração. A parte inferior comunica com o ventrículo direito através de um orifício composto por uma válvula que apenas deixa passar o sangue em direcção ao ventrículo.

A aurícula esquerda apresenta quatro pequenos orifícios, por onde entram as quatro veias pulmonares que trazem para o coração o sangue já oxigenado nos pulmões. A parte inferior comunica com o ventrículo esquerdo através de um orifício igualmente composto por uma válvula unidireccional.

Ventrículos. Os dois ventrículos constituem grande parte do coração e estão situados na parte inferior do órgão, separados entre si pelo septo vertical, que aqui se designa septo interventricular. A sua missão é receber o sangue das respectivas aurículas, de modo a impulsioná-lo imediatamente para as artérias que o levarão até aos pulmões e a todo o organismo. Cada um dos ventrículos está separado da aurícula do seu lado pelo septo horizontal, comunicando entre si pela correspondente válvula.

O ventrículo direito apresenta um orifício de saída que comunica com a artéria pulmonar, a qual pouco depois de abandonar o coração se divide em duas ramificações, encarregues de transportar o sangue pobre em oxigénio até aos dois pulmões para que se abasteça deste precioso gás.

O ventrículo esquerdo, o maior e com paredes mais musculosas, apresenta um orifício de saída que comunica com a artéria aorta, na qual entra o sangue previamente oxigenado nos pulmões para, então, ser levado a todo o organismo.
Blood streams of the heart
CIRCULATION