PERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO

NA CONSTRUÇÃO DO TEXTO

Entendendo e tecendo


A coordenação por si só já contem um sentido independente, sem a obrigatoriedade de um segundo argumento para se completar, contudo, na construção do texto, torna-se relevante o uso de comentários que podem complementar o sentido e muitas vezes dar continuidade.

É possível ainda perceber um tema em uma oração e a outra coordenada retoma a construção da primeira, e, assim, o pensamento vai sendo tecido e construído.

Veja que existe uma rede, uma teia de informações interligadas para formar um conjunto único que leve o leitor a compreender o fato ou os fatos descritos. Montar frases coesas e coerentes exige do escritor um esforço muito maior e, ao leitor, apenas compreender. Mas se o escritor falhar em suas colocações e escolhas de vocábulos, não haverá compreensão adequada e a má organização do texto desfaz qualquer possibilidade de compreensão.

Costurando


O assunto do momento (sabe-se lá qual a duração desse lapso temporal) é o encontro, marcado via redes sociais, de jovens, de maioria pobre e negra, nos shoppings do país para protestar acerca das condições de segregação social. Tal ato recebe o nome popular de 'rolezinho'. Partindo da premissa que nem todos concordam com tal prática, nasce uma série de indagações acerca do assunto, sendo necessária uma explanação geral para que não saiamos falando besteira por aí.

Com relação à restrição da entrada dos jovens: ao contrário do muitos dizem, o shopping é uma propriedade privada aberta ao público em geral. A entrada ao mesmo pode ser restringida pelos donos desde que não seja pautada em critérios raciais ou sociais para não incorrer nos crimes previstos na lei do racismo, sendo que tal restrição seja aplicada para todas as pessoas.


Disponível em: http://pintobernardo.jusbrasil.com.br/artigos/112334436/rolezinhos-opiniao




A grande sacada para entender definitivamente a coordenação é conhecer as relações independentes que é possível construir entre as orações.


Se há uma relação de independência, com a presença da conjunção, controem-se as seguintes relações: adição, oposição, alternância, conclusão e explicação.



Exemplo:


Na última terça-feira, dia 02 de abril, entrou em vigor a lei de crimes cibernéticos. Os textos abaixo, entretanto, relatam sobre o mau uso das redes sociais no trabalho e na vida particular das pessoas. Tais atitudes podem ser prejudiciais ao usuário da internet, da mesma forma que uma pessoa, a partir de agora, poderá pagar em forma de multa e cadeia se infringir a lei, que vai de seis meses a dois anos de prisão.

O artigo, a seguir, foi escrito por Rosemary Conceição dos Santos - pós-doutora em cognição, leitura e literatura pela USP e pelo Prof. Luciano Bérgamo - coordenador do curso de Sistemas de Informação do Centro Universitário Claretiano, referente ao uso das redes sociais e como isso pode influenciar no futuro profissional de muitas pessoas. Na época, a lei Carolina Dieckmann ainda não havia sido sancionada pelo presidente Dilma Rousseff.


Acesso em: http://www.claretianobt.com.br/noticias/1165/redes-sociais-artigo-e-opinioes-dos-alunos-de-sistemas-sobre-o-mau-uso-dos-perfis-na-internet



PERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO


WO

WO

WO

WO


ASSINDÉTICA SEM CONJUNÇÃO



WO

WO

WO

WO



SINDÉTICA COM CONJUNÇÃO



WO

WO

WO

WO



ADITIVA

ADVERSATIVA

ALTERNATIVA

CONCLUSIVA

E

EXPLICATIVA


GRILS



ADITIVA

ADVERSATIVA

ALTERNATIVA

CONCLUSIVA

E

EXPLICATIVA



AND THE BOYS



ADITIVA

ADVERSATIVA

ALTERNATIVA

CONCLUSIVA

E

EXPLICATIVA



PERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO TEM ORAÇÕES INDEPENDENTES - 2X


MANDEI MEU RECADO!

Instrumental das aulas da Roberta Reis (Coordenadas)