Vanguardas 3º H grupo 11

Este trabalho criado e produzido por:

- Letícia Telles nº: 21

- Maria Eduarda nº: 30

- Paulo Celso nº: 36

- Valéria Pereira nº: 42

Dadaísmo nas Artes Visuais

Características do Dadaísmo

  • Surgiu na Suíça em 1916.
  • Como exemplo de artista que compuseram esse movimento foi Tristan Tzara, Marcel Duchamp, Hans Arp dentre outros.
  • A arte era composta por objetos comuns do cotidiano.
  • Irreverência artística.
  • O principal tema era crítica ao capitalismo e o surrealismo.
  • Enfase em temas sem lógica e absurdos.
  • Forte caráter pessimista e irônicos aos acontecimentos.
  • Uso de várias formas de expressões na composição das obras.

Surrealismo nas Artes Cênicas

Características do Surrealismo

  • O surrealismo nasceu na França no ano de 1920.
  • Foi influenciado principalmente por Sigmund Freud por mostrar a importância do inconsciente na criatividade do ser humano.
  • O inicio do Surrealismo se deu a partir da publicação do Manifesto Surrealista feito pelo poeta André Breton, no ano de 1924.

Surrealismo no teatro.

  • O maior representante do surrealismo no teatro é Antonin Atuard.
  • Suas peças teatrais se baseavam no rompimento das regras impostas pela sociedade alem de querer buscar o inconsciente do público.
  • O teatro ganha o nome de teatro do absurdo.
O TEATRO E SEU DUPLO

Expressionismo na Música

  • O Expressionismo na música foi iniciado com Schoenberg, com a obra Pierrot Lunaine em 1912.
  • Essa vanguarda busca a exteriorização dos sentimentos confusos do ser humano.
  • A música do expressionismo é de estilo atonal, caracterizada por harmonias dissonantes, melodias frenéticas, contrastes violentos e explosivos, com os instrumentos tocando em seus registros extremos.

Características do Expressionismo

Debussy - Jeux

Jeux - Debussy

  • A obra foi lançada em 1912/13.
  • Possui apenas 1 movimento .
  • Teve sua primeira exibição em Paris ( Théâtre des Champs-Élysées Ballets Russes) e dirigida por Pierre Monteux no ano de 1913.
  • Tem a duração de 20 minutos .
  • É apresentado por uma grande orquestra.
  • A obra foi escrita no extraordinário período de 3 semanas. Talvez a rapidez com que debussy compoz é o que ajudou-o a compor de maneira mais livre e fora dos padrões da época .
  • A obra tem uma estrutura sinfonica muito marcante sustentada por uma teia de ideias tenuemente conectadas em que um motivo desova no outro, montando assim uma imagem extremamente evocativa.
  • O cenário atualmente é insignificante, a grande marca esta no momento em que debussy descreve o cenário e em sua escrita ignora pontuações como um caráter modernista .
  • A musica apresenta alta dificuldade e complexidade pelos problemas de equilíbrios, fraseados e continuidade.
  • Por ser uma obra altamente interligada, muitos regentes falham ao reger alguma parte de maneira mais intensa, ou calma, dessincronizando assim a obra.
A Sagração da Primavera - Igor Stravinsky

A Sagração da Primavera - Igor Stravinsky

  • Igor stravinsky nasceu na russia na cidade de lomonosov em 17 de junho de 1882
  • atualmente a musica é considerada um símbolo do eruditismo mas antigamente gerou intensa polemica devido ao contraste e a distancia com as musicas passadas
  • teve seu cenário construído pelo artista nicholas roerich
  • Essa obra narra a trajetória de uma garota que foi selecionada para ser um sacrifício à divindade da primavera, em um ritual pagão, que tinha como objetivo conquistar uma boa colheita para o povo.
  • A estréia foi no dia 29 de Maio de 1913
  • Espetáculo dividido em duas partes principais : a adoração da terra e o sacrifício.
  • a obra possui uma coreografia primitivista
  • a primeira parte da musica tem uma inspiração mitológica da Lituânia executada no fagote
  • o andamento não possui simetria, padrões complexos e diferentes timbres sao usados nos raros instrumentos apresentados
  • a musica culmina no publico sentimentos aflitivos
  • estruturação feroz em ritmos independentes
  • harmonias politonais
  • frases longas
  • atonalidade
  • na obra a marca modernista de stravinsky é a renuncia do universo lógico e objetivo
G. Holst - The planets Op. 32 - Berliner Philharmoniker - H. von Karajan

Os Planetas - Gustav Holst

  • Holst estudou no melhor conservatório da Europa, o Royal College of Music, foi professor de música e composição. Sua obra mais famosa é " Os Planetas ".
  • Essa música combina a miologia romana com a astrologia
  • Busca expressar o caráter interior de cada planeta com movimentos que continham andamentos, melodia e instrumentação contrastantes.
  • Foi tocada por uma grande orquestra, o que proporciona uma maior dinâmica.
  • 7 movimentos representando cada planeta, com exceção da Terra e de Plutão.
Complete performance: Schoenberg's Pierrot lunaire

Pierrot - Arnold Schoenberg

  • Arnold Schoenberg nasceu em vienna no ano de 1874 em 13 de setembro
  • op.21 é um ciclo de obras compostas por Arnold Schoenberg e foi baseado na tradução de 21 poemas alemães .
  • Aobra estreou em 16 de outubro de 1912
  • É uma composição atonal e a solista soprano canta os poemas
  • Possui 21 movimentos mas cada um possui uma formação musical diferente
  • Schoenberg era titular da cadeira de composição musical o que tomava-lhe muito tempo e por isso escrevia pequenas peças de melodrama
  • A peça procura de maneira instrumental demonstrar o fascínio de um pierrot pela lua
  • Na obra o compositor elabora uma serie de intervenções, não só combinando quintetos mas também sobre sonoridades inusitadas, cristalinas, transitórias e permanentes
  • Por ser um poema, pierrot, passou por muitas revisões para q se adaptasse a uma linha melódica simples de canto sempre ressaltando as alturas mas na partitura original era apenas pedido para que o poema fosse recitado sem grandes detalhes, a única exigência era que nao fosse uma leitura reta e inexpressiva

Semana de Arte Moderna


  • A semana de arte moderna ocorreu de 11 a 18 de fevereiro de 1922, teve como objetivo mostrar as novas tendências artísticas que ocorriam na Europa e criar uma arte com características brasileiras, mas que tivesse relação com as artes europeias. Tendo como artistas Anita Malfatti, Di Cavalcanti, Vicente do Rego Monteiro, Inácio da Costa Ferreira, John Graz, Alberto Martins Ribeiro, Oswaldo Goeldi, Victor Brecheret, Hidelgardo Leão Velloso e Wilhelm Haarberg, os modernistas ( como foram chamados ) queriam transformar os antigos conceitos do século XIX e, embora o foco da insatisfação estética fosse a literatura, todas as áreas da arte foram influenciadas
Big image
Semana de Arte Moderna - Um Só Coração

Os Sapos - Manuel Bandeira

Big image

Os sapos- Manuel Bandeira.

  • O poema "Os Sapos" foi feito em 1918 e publicado em 1919.
  • Foi declamado por Ronald de Carvalho durante a Semana de Arte Moderna de 1922.
  • Possui cunho parnasianista como por exemplo a sonoridade e a mética regular.
  • Possui figuras de linguagens como ironia, sarcasmo e paródia.
HISTORIA DO BRASIL SEMANA DE ARTE MODERNA

Artistas que participaram da SAM

Artes Plásticas


- Anita Malfatti (pintora)
- Di Calvacanti (pintor)
- Vicente do Rego Monteiro (pintor)
- Inácio da Costa Ferreira (pintor)
- John Graz (pintor)
- Alberto Martins Ribeiro (pintor)
- Oswaldo Goeldi (pintor)
- Victor Brecheret (escultor)
- Hidelgardo Leão Velloso (escultor)
- Wilhelm Haarberg (escultor)

Literatura


- Mario de Andrade (escritor)
- Oswald de Andrade (escritor)
- Sérgio Milliet (escritor)
- Plínio Salgado (escritor)
- Menotti del Picchia (escritor)
- Ronald de Carvalho (poeta e político)
- Álvaro Moreira (escritor)
- Renato de Almeida (escritor)
- Guilherme de Almeida (escritor)
- Ribeiro Couto (escritor)

Música


- Heitor Villa-Lobos (músico)
- Guiomar Novais (músico)
- Frutuoso Viana (músico)
- Ernâni Braga (músico)

Arquitetura


- Antônio Garcia Moya (arquiteto)
- Georg Przyrembel (arquiteto)

Outras áreas


- Eugênia Álvaro Moreyra (atriz e diretora de teatro)

Dissertação expositiva sobre a SAM

A semana de arte moderna foi realizada em São Paulo em 1922 e tinha como objetivo transformar e renovar a literatura, artes plásticas, arquitetura e música, criando uma arte que tivesse caráter nacional, mas que se mantivesse em sintonia com as tendências europeias.
Durante uma semana, 11 a 18 de fevereiro, a cidade foi invadida por uma nova cultura, sob a inspiração de novas linguagens, experimentos artísticos e que tinha liberdade de criação infinita devido ao rompimento com os padrões passados. Com isso, novos conceitos foram surgindo e novos talentos foram descobertos.
Na primeira fase do Modernismo Brasileiro, a Semana de Arte Moderna foi importante pois deu início a consolidação dos movimentos que queriam renovar as artes e a linguagem e pela divulgação de obras e ideais modernistas.
Na literatura, Lima Barreto, Graça Aranha, Monteiro Lobato, Oswald de Andrade tiveram destaque com um jeito novo de escrever, que fugia aos padrões e permitia mais criatividade.
Junto com a vontade de renovar, surgiram as Vanguardas que romperam com os padrões estéticos, rígidos, e deram aos artistas novos meios de expressar sua arte, exemplos de vanguardas que vieram junto com a semana de arte moderna: Futurismo, Cubismo e Expressionismo.

interpretação sobre o poema "Os sapos"


  • O poema foi escrito em 1918, e publicado em 1919. Foi declamado por Ronald de Carvalho durante a Semana de Arte Moderna de 1922.
  • O poema possui características parnasianas como a sonoridade e a métrica regular.
  • Usa figuras de linguagem como por exemplo, a ironia, o sarcasmo, a personificação, a metáfora e a paródia.
  • O poema e composto por 14 quartetos com versos de redondilha maior e com rimas ricas e pobres.