Hands in Hands TTLA learning diary

4th TTLA Short-term students exchange in Satu Mare (Romania)

Gabriela Santos

1º dia (03/03/2018)

No primeiro dia, às 3 da manhã, saímos de casa com as malas e fomos ter à nossa escola e esperamos pelo senhor Tó que nos ia levar ao Aeroporto do Porto na carrinha cedida pela câmara municipal. Quando chegámos ao Aeroporto fizemos o check in, deixamos as nossas malas e fomos comer. Entretanto estava na hora de irmos para o avião e fomos. Quando chegámos ao destino, saímos do avião e apanhamos um táxi para o aparthotel Maple Tree no centro de Budapeste onde iríamos pernoitar. Andámos de elétrico e fomos até à praça de Erzsébet tér onde estava a roda gigante, o Budapest Eye, oficialmente conhecido como o Sziget Eye. O jantar foi num local especial, no Hard Rock Café!

2º dia (04/03/2018)


No segundo dia, fomos fazer o check out e fomos tomar o pequeno-almoço no MCDonald's. Fomos de metro subterrâneo até ao Parlamento de Budapeste, um edifício imponente´que tinha uma certa magia por causa da neve. Caminhamos na margem do rio Danúbio que divide a cidade em Buda e Peste. Ainda, no lado de Peste, parámos junto aos “Sapatos à Margem do Danúbio”, um memorial “Em memória às vítimas assassinadas no Danúbio pelos militantes da Cruz de Flecha, no período de 1944 a 1945. Produzido em 16 de abril de 2005.” Atravessamos a Ponte de Correntes e subimos o monte de Buda para visitar o Castelo de Budapeste e o Bastião dos Pescadores de onde se tem uma vista fantástica sobre o lado Peste e sobre o Parlamento. Almoçamos no KFC e a sobremesa um gelado no McDonald's. Regressamos ao hotel para ir apanhar o transporte privado que nos iria levar ao nosso destino final, Satu Mare na Roménia. Depois de muitas horas de viagem, chegamos ao hotel onde as professores iriam ficar durante a semana e onde estavam à nossa espera os nossos parceiros e os seus pais para nos levar para casa.

3º dia (05/03/2018)

No terceiro dia de manhã, fomos recebidos pelo diretor da escola e fomos de seguida para a câmara municipal de Satu Mare onde nos foram dadas as boas vindas. Almoçamos num restaurante e no fim fomos visitar uma escola secundária em Odoreu onde alguns alunos apresentaram danças, músicas tradicionais e modernas. Participamos num workshop. Depois dessas atividades, fomos visitar uma fábrica de chocolate que produzia chocolate “Wawi” para a Alemanha. Aí vimos como é que o chocolate é feito e onde pudemos provar algumas amostras.

4º dia (06/03/2018)


No quarto dia fomos de novo para a escola, assistimos a uma aula de matemática e de ciências sociais sobre os Direitos da Crianças. Em grupos criámos posters alusivos ao tema. De seguida, participamos em jogos de equipa que envolviam corridas e basquetebol. Fomos almoçar no restaurante do Hotel Melody onde os professores dormiam e depois do almoço fomos para um café onde ficamos lá a tarde toda a jogar Ping pong, Bilhar e Air Hockey. À noite em casa da minha parceira Teodora, para jantar, cozinhamos pizzas todos juntos com alguns dos familiares.

5º dia (07/03/2018)

No quinto dia voltamos à escola para uma visita de estudo. A primeira paragem foi em Vama onde assistimos a uma demonstração de um oleiro a moldar o barro na roda de oleiro. Ainda de manhã, paramos em Săpânţa uma localidade conhecida pelo seu peculiar “Cemitério Feliz” . É um lugar original e estranho repleto de cores vivas. Cada lápide colorida conta através de imagens esculpidas em madeira uma breve história de vida dos que ali foram enterrados. De seguida parámos em Sighetul Marmatiei para uma visita à Prisão das Vítimas do Comunismo e da Resistência. O almoço foi no “Alex” restaurant, um restaurante com decoração típica que se localizava no cimo de uma montanha. Antes de regressarmos a satu Mare, paramos em Baia Mare para para fazermos compras no centro comercial.

https://youtu.be/b5i4ZPXhM30

6º dia (08/03/2018)

No sexto dia de manhã, a Teodora e eu levamos alguns salgadinhos tradicionais para todos. Participamos num jogo para testar o conhecimentos dos alunos sobre o nosso projeto Hands in Hands. De seguida cada equipa ensinou aos parceiros algumas frases básicas na sua língua. A manhã terminou com um festival em que vários alunos dançaram e cantaram as músicas e danças tradicionais de cada país. Foi muito engraçado ver os nossos parceiros romenos a dançarem o “Regadinho” e que bem que dançaram. Tornamos a almoçar no Hotel Melody e no final do almoço fomos ao Crossfit e fizemos algumas atividades desportivas em convívio. À noite, em casa da Teodora, serviram-me uma refeição tradicional romena chamada Mititei, que são rolinhos compridos de carne bovina moída e muito condimentada.

7º dia (09/03/2018)


No sétimo dia, assistimos a uma aula de educação física e participamos num workshop de Mărțișor que é um pequeno objeto ornamental unido a um cordão entrelaçado branco e vermelho. Após os alunos romenos terem apresentado a lenda que diz que Martisor marca o fim da batalha entre o Inverno e a Primavera, após o Inverno se ter recusado acabar, metemos mãos à obra e criámos postais alusivos ao tema. De seguimos assistimos a uma peça de teatro por alunos sobre a lenda de Martisor. O almoço foi num restaurante onde costuma ocorrer casamentos e no final do almoço estivemos todos a dançar músicas tradicionais e algumas populares. Para mim foi bastante divertido. E depois disto tudo, fomos para o Bowling o resto da tarde. À noite, fomos todos comer pizza num restaurante que se localizava muito perto do Bowling. Neste final do dia, começaram as despedidas :(

8º dia (10/03/2018)

Último dia, acordamos cedo e fomos ter com as professoras ao Hotel, esperamos pelos autocarros e despedimo-nos dos nossos novos amigos, de tantas novas amizades que fizemos e de que vamos sentir falta! Fomos para o aeroporto, entramos no avião e voltamos para Portugal.

Impressão global

A viagem à Romênia foi uma experiência incrível, gostei bastante dos dias que passei lá, tanto com a família da minha parceira como com os meus novos amigos romenos. As atividades que fomos fazendo durante essa semana foram bastante divertidas; com elas aprendemos a trabalhar em equipa, a conhecermo-nos melhor, a comunicar uns com os outros em uma só língua, o inglês, e misturar/partilhar culturas de diferentes países. Gostei também das refeições, principalmente as que o pai da minha parceira Teodora cozinhou. Deu-me a experimentar diversas pratos/aperitivos tradicionais da Roménia. As pessoas desse país são muito amigáveis, ajudaram-me sempre que precisei, tornaram a nossa visita num momento inesquecível!