Newsletter #31

AIESEC em Teresina

ARTY

OneRepublic - I Lived (Arty Remix) by ARTY

HEEEEEY AIESEC

Faaaaaaaaaaaala @TE


Como vocês estão? Eu estou muito bem, e bastante ansiosa para receber emails com o assunto "APLICAÇÃO EBZÃO 2016.2" (:P).


Estamos entrando na reta final do quarter mais insano do ano no que se trata de MATCH. Mas isso não quer dizer que as coisas ficam simples. Agora estamos entrando no tempo de REALIZE. Tempos de muitos trainees na cidade, de muito EP viajando, de follow up das ONGs e dos EPs, weekly meetings, relação FOBO ainda mais intensificada, loucura e MUITO MUITO amor pelo impacto que a gente vem trabalhando desde janeiro para causar. É a partir de agora que tudo começa a ser mais palpável, e que a gente consegue de fato ver o quanto nosso trabalho é capaz de modificar realmente as perspectivas das pessoas, sobretudo dos jovens da nossa cidade.

Por dentro das áreas

LCPrincesa


Olá, AIESEC em Teresina.


Trabalhamos muito desde que o ano começou sempre falando em proporcionar mais e mais experiências de liderança e finalmente o momento de entregá-las chegou. Dentro de alguns dias, dezenas de jovens estarão preparando suas malas e embarcando para dezenas de cidades no mundo inteiro para se tornarem pessoas mais humanas. Dezenas de jovens desembarcarão na nossa cidade para viver em Teresina a experiência de serem mais cidadãos do mundo. Indo ou vindo essas pessoas sairão de suas casas com um único objetivo em comum: Desenvolver liderança. E nós, enquanto AIESEC em Teresina, temos um papel primordial nisso tudo, que é o de fazer com que cada um deles receba a experiência que comprou e se preparou. Por isso, mais do que nunca devemos mostrar o que é ser o melhor da @TE, trabalhando,entregando com excelência, garantindo a entrega de todos os Standards&Satisfaction!


Espero mesmo que possamos contar uns com os outros para isso! Temos muita liderança para entregar!


TM


Fala maravilhosos!

Bem, TM em maio focou no suporte total de ambas as operações neste sprint final. Não batemos as metas, mas vemos o quanto conseguimos evoluir ao longo dos meses, tanto em aspecto numérico quanto em maturidade organizacional. Sempre pautados nas análises, discutimos bastante sobre o que as operações necessitavam em termos de gestão de time para que pudéssemos ser os melhores analistas que podíamos nesse momento.
Vimos que a retenção melhorou bastante, e apesar de nem todos terem batido sua meta mensal, a produtividade por projeto também deu uma melhorada.
Para junho, estamos programando um PSEL DISRUPTIVO com a ajuda da Bia Malheiros e a Jhessica junto ao time Kairós para entregarmos essa última job enquanto TM KAIRÓS.

Só posso dizer que estou imensamente orgulhosa da liderança que meus babies têm desenvolvido ultimamente. #mamaisproud <3


MKT


No mês de maio a área de marketing finalizou os trabalhos em prospecção de inscritos para oGCDP, tendo enfoque total na conversão em MA, com análises e ações puxadas pelo Fabrício, oGCDP Manager. Realizamos uma Task junto a área de oGCDP para traçarmos o status de todos nossos EPs, visando focar apenas na pipeline que ainda poderia dar MA, e descantando EPs com perfil não tão alinhado, onde os VPs e os PMs oGCDP estiveram checando e atualizando todos os aplicativos do Podio, juntamente com o o VP MKT e o oGCDP Manager. Tivemos entrada em eventos puxando o numero de inscritos do mês onde a Débora focou bastante em entradas pontuais, mesmo com grande quantidade de eventos acontecendo, e firmando novas entradas já para junho. Isso se deve ao fato de nesse mês de maio a área focar a parte de digital marketing para suporte aos programas de Jovens Talentos, Host e Projeto Talk, tendo o Gleydson muito mais voltado para essa demanda. Tivemos também a realização da primeira AlumNITE do nosso comitê, evento no qual contamos com a presença de boa parte do nosso Corpo de Alumni para discutirmos assuntos internos da organização. Foi um encontro muito enriquecedor, mesmo tendo sido bem descontraído e divertido. Tivemos também um MA Café na UNINOVAFAPI, no qual apresentamos experiencias do Peru, Argentina e Colômbia para EPs interessados, e já estamos colhendo frutos dessa estratégia de conversão. De maneira geral, saímos do mês de maio com 112% da meta de INs e 87% da meta de MA, para o semestre, atingidas. Segundo o MC, as áreas de MKT+oGCDP da @TE tem hoje 97% de chance de subirem de Cluster, saindo do Amarelo Claro para o Amarelo Escuro. No mais, o mês foi incrível, não tanto quanto esperávamos, mas ainda assim, incrível. Começou a despedida dos meus filhos. <3


FIN


Olá AIESEC em Teresina! Maio foi um mês bem corrido, em ritmo quente e entrando no Ritmo de Picão. Na área de Finanças rolou de tudo: Descontos em eventos, auditoria de eventos, análise de risco de caixa para o Pico, retomada da auditoria legal, compras, compras e compras (porque cuidar da nossa casa na Novafapi é meu trabalho hehe). Porém, mais interessante do que isso foi o lançamento do nosso Product Packaging para oGCDP; algo utilizado nacionalmente que finalmente chega a Teresina graças à nossa manager linda, a Jhéssica (pesquisou, orçou, planejou, montou e agora colhe os frutos). Enquanto isso, falando em ritmo de Picão, o Wanderson esteve coletando varias informações sobre a chegada dos Trainees e a logística de pagamento de Fees e fornecimento de transporte aos Trainees; além de estar colocando em prática e trackeando o P.O de cobrança das TN Fees (Preciso cobrar a AMA...). Fora isso, gostaria de mandar um salve para o OC eleito do Replan e dizer que eu, como Conference Manager, confio muito no trabalho de cada um vocês. Arrasem!! Prometo ser o melhor coadjuvante possível para a entrega de vocês.


oGCDP


Oi AIESEC em Teresina, tudo bem?

Então, até agora no mês de Maio conseguimos fechar 7 MA apenas, porém se olharmos para a área de uma forma mais ampla, com o que viemos atingindo ao longo dos meses, estamos bem próximos de bater nossa meta do semestre, faltando apenas 9 MA. Além disso, também tivemos nossa reunião de área, e entrada em um evento de Contábeis da UFPI e na Semana de Enfermagem da FSA, conseguindo cerca de 37 inscritos nas duas entradas.



iGCDP


O mês de maio foi bastante focado em MATCH, tanto porque foi o mês de maior meta (42 matches) e também porque na timeline de iGCDP é o mês de maior pico. Apesar disso, o time trabalhou sem parar nas preparações pro realize que começa pra valer já em junho. Foram Virtual Meetings, entrevistas de alocação de Hosts, logística do TALK - que já tá com inscrições abertas, se inscrevam todos. Agora, o time continua se preparando freneticamente pra chegada dos nossos amados trainees e pro acompanhamento dos projetos. Uma novidade esse ano é a incorporação de um OC Integration, que vai ajudar o time de iGCDP a entregar a melhor experiência da vida dessa galera que tá chegando <3

ASSESSMENTS

As penúltimas assessments deste termo (AAH!).

Para quem é liderado, responda esta sobre seu lider. Se você é lider, preencha esta sobre seu time.


Este é o penúltimo mês para que vocês preencham tudo bonitinho, e me ajudem a ter uma análise completa do nosso CL sobre o primeiro semestre, para que avaliemos o que estamos fazer muito bem, e o que precisamos melhorar. CONTO COM VOCÊS, MARAVILHOSOS!


Lembrem que feedback precisa ser algo construtivo, que vá ajudar aquela pessoa a ser um jovem líder melhor. Todos nós temos pontos a ser melhorados, sejam especial e ajude aquele seu liderado/líder a enxergar algo que ele talvez não esteja vendo.


Uma dica legal é a BIOS: em que você primeiro fala do comportamento que a pessoa vem tendo, que você acha que deve ser mudado, depois do impacto que isso causa no time, em você como co-worker, e na vida dessa pessoa. Depois o resultado que aquele comportante e o impacto podem trazer em termos de metas e para o desenvolvimento da pessoa, e por fim a solução.


Garanto que será um feedback incrível se você seguir esse esqueminha!


ps.: VPs e PMs, lembrem que vocês precisam responder para seus times e para seu liderado, ok?

APLICAÇÕES

EBZÃO

Para quem não viu ainda, corre!


AQUI está a aplicação e ela ta suuuuuuuuuuper de boas! Conversem com a galera, preencham a aplicação. A deadline é dia 6, na segunda-feira. BORA CORRER!

NST

O time de suporte nacional lançou as aplicações hoje (YAAAAAAAAY!). Para quem estava ansioso aí, basta acessar este link AQUI e você encontrará a aplicação e todas as JDs. TEM MUUUITO cargo, para todos os gostos. Espero ver muito membro (e VP tbm, viu Corisco?) aplicando. <3

ASK YOUR AI

Não sei se vocês viram, mas a AI ta com uma proposta bem legal de aproximar a AIESEC Internacional (AI) da membresia. Para isso, eles estão gravando uma série de vídeos de Q&A, e tem umas coisas bem legais. Indico à todos!


ASKYOURAI

HOST

Big image

Saindo da Bolha

Big image
Big image

Cultura do Estupro - Precisamos falar sobre isso

Ultimamente, casos de estupro tem sido bastante comuns nos noticiários locais, nacionais e até internacionais. Não se sabe ao certo se o número de casos aumentou ou se as vítimas deixaram de ficar em silêncio e passaram a denunciar tais casos.


Lembro que quando eu era criança, meus pais sempre falavam para eu tomar cuidado com quem andava, com quais roupas eu deveria usar, por onde eu devia andar, sempre com o medo do iminente ataque de um desconhecido (ou não) à um frágil corpo de criança. Hoje, com 22 anos, ainda tenho o mesmo medo ao sair de casa todos os dias, sem saber quem estará na próxima esquina que eu dobrar.


Infelizmente tenho que concordar com as estatísticas: a cultura do estupro existe sim. E quando afirmo isso não digo somente com o viés feminista que tenho, e que será o ponto mais abordado (#mejulgue!) mas pensando e refletindo sobre todos os casos com crianças, idosos, homossexuais que têm seus corpos violados por sua fragilidade e completa falta de empatia de um estuprador.


Confesso que quando fui pesquisar sobre o tema, achei que referia-se somente ao ato em si, mas depois de algumas (muitas) leituras e diversas conversas sobre o assunto, vi que essa é só a ponta do iceberg. Na verdade, toda essa cultura começa na infância, quando nós (sim, todos nós!) ensinamos às garotinhas que elas não podem fazer isso ou aquilo, não podem usar uma saia curta ou sentar de pernas abertas (mesmo sendo MUITO mais confortável). Enquanto isso, ensinamos aos meninos que eles são fortes e podem qualquer coisa, ensinamos que "um beijo roubado é sempre mais gostoso". E com isso, temos uma geração de homens (não todos, eu sei) que sente-se feliz e satisfeito em olhar mais do que devia, em falar coisas inapropriadas para uma garota/mulher andando sozinha.


Pequenas coisas amendrontam a maioria das mulheres hoje (e isso vai da minha irmã de 7 anos à minha avó de 84) como o fiu fiu na rua, pegar um ônibus ou até um taxi a noite sozinha pelo medo do que já aconteceu/quase aconteceu/pode vir acontecer. E viver assim, tem sido cada vez mais sacrificante.


Confesso que não sei a solução desse problema, mas tenho algumas fichas apostadas. A primeira delas, na minha concepção, é a educação. E quando fala em educação é muito além do português e matemática, apesar de isso também ser necessário, mas a educação que começa dentro de casa. A educação em que os seres humanos reconheçam-se enquanto seres humanos, que tenham empatia uns pelos outros. A educação crítica, pela qual percebe que estamos vivendo mundo cheio de desigualdades (de genero, sociais, economicas, etc). Uma educação que seja muito mais do que decorar fórmulas, mas que seja voltada para o desenvolvimento do indivíduo, para a resoluções de problemas de maneira empreendedora e não só reclamar no facebook sobre como nosso país está fadado à desgraça eterna por fator X ou Y.


Não tenho a pretenção de convencer ninguém. Na real, é muito mais um desabafo e uma breve explicação sobre um tema que foi bastante falado nesta semana.


De tudo, só tenho um pedido à todas as pessoas que se sentirem violadas, ou ver uma situação dessa: não se calem.


Violência Sexual contra criança no meio intrafamiliar atendidos na SAMVVIS, Teresina - PI - UFPI, Núcleo de Estudos sobre Mulher e Relações de Gênero. Scielo

12 notícias que mostram por que não adianta tentar justificar o estupro - Buzzfeed

Brasil: ONU Mulheres divulga nota pública sobre estupros coletivos - ONU Mulheres

Vamos fazer um Escândalo - Jout Jout

Chega de Fiu Fiu - Campanha do Think Olga

APRENDE A RESPEITAR
Cultura do Estupro, Mídia e Pornografia | Fora da Caixa
VAMOS FAZER UM ESCÂNDALO

RG

Tuesday, June 7th, 6pm

Não determinado ainda

TM KAIRÓS

Letycia Raila

Diretora de Gestão de Talentos

VP TM

João Eric

Analista de Intercâmbio Social para Estudante

OGX Analyst

Julyana Costa

Analista de Intercâmbio Social para Organizações

ICX Analyst